O homem transbordante nietzschiano e a perspectiva transpessoal

Autores

  • Jorge Miklos Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Paulista
  • Renata Bastos Carneiro da Cunha

DOI:

https://doi.org/10.5216/ci.v21i2.53840

Palavras-chave:

Comunicação e Cultura

Resumo

O presente artigo estabelece relações entre a expressão nietzschiana übermensch, do livro Assim falou Zaratustra e a perspectiva transpessoal, que tem como referência tanto a pessoa como o para além dela. Há aproximação de ideias sobre este homem e os pressupostos da perspectiva transpessoal, em suas disposições de abertura e de integração. Utilizou-se do método de revisão bibliográfica e concluiu-se que tanto a perspectiva transpessoal, como a visão de homem nietzschiana, levam à necessidade desses vários homens (ou estados de consciência), sendo vivenciados estados variados, como o de morte, mutação ou transbordamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jorge Miklos, Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Paulista

Graduado em História e Ciências Sociais. Mestre em Ciências da Religião e Doutor em Comunicação ambos pela PUC-SP. Pós-doutorado na Universidade Federal do Rio de Janeiro sob supervisão da Prof.ª. Dra. Raquel Paiva (Bolsa CNPq, 2013-2014) e estágios de pesquisa - Vilém-Flusser-Archiv em Berlim (Auxílio FAPESP, 2013) e El Colegio de Frontera Sur (ECOSUR) em San Cristóbal de Las Casas, Chiapas, México (Auxílio Universidade Paulista, 2015). Professor Titular do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Midiática da Universidade Paulista. Vice-Líder do Grupo de Pesquisa Mídia e Estudos do Imaginário (UNIP-SP). Membro do CISC - Centro Interdisciplinar de Semiótica da Cultura e da Mídia (PUC-SP). É autor dos livros: Ciber-Religião: A Construção de Vínculos Religiosos na Cibercultura (Ideias e Letras) e Cultura e Desenvolvimento Local: Ética e Comunicação Comunitária (Érica/Saraiva). Os interesses de pesquisa alinham-se às teorias da imagem e do imaginário, à interseção entre religião, religiosidade e comunicação, teoria da mídia e ecologia da comunicação. Atualmente desenvolve Projeto de Pesquisa nomeado: ECOLOGIA DA COMUNICAÇÃO: ESTRATÉGIAS CONTRA-HEGEMÔNICAS NO IMAGINÁRIO RELIGIOSO

Downloads

Publicado

2018-10-30

Como Citar

MIKLOS, J.; DA CUNHA, R. B. C. O homem transbordante nietzschiano e a perspectiva transpessoal. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 21, n. 2, p. 71–86, 2018. DOI: 10.5216/ci.v21i2.53840. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/53840. Acesso em: 17 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos