O silenciamento do debate da segurança pública nas narrativas jornalísticas sobre violência na Amazônia Paraense

Autores

  • Kristopher-Jon Peter Samuel Universidade Federal do Pará
  • Sergio do Espirito Santo Ferreira Junior Universidade Federal do Pará
  • Alda Cristina Costa Universidade Federal do Pará

DOI:

https://doi.org/10.5216/ci.v20i1.40240

Palavras-chave:

Silenciamento. Segurança pública. Violência. Programas policiais. Amazônia Paraense.

Resumo

Este trabalho objetiva refletir sobre como as narrativas produzidas pelos programas televisivos de caráter policial na Amazônia paraense contribuem para a negação de um debate sobre violência urbana e segurança pública. As narrativas midiáticas passam a se concentrar no crime, na criminalidade e nos fatos violentos, estabelecendo um silenciamento sobre segurança pública como forma de compreender o problema social violência, apontando para a consolidação de um industrialismo da violência, em que os meios de comunicação ignoram e institucionalizam a negação do debate. As narrativas são construídas por meio da reticência sobre as práticas de políticas públicas, da visibilidade e seletividade das instituições, da adesão irrestrita aos dados e informações institucionais, dentre outras práticas midiáticas que privilegiam a violência como ocorrência, mais do que como problemática social complexo. O corpus a ser analisado consiste num recorte dos programas televisivos de duas emissoras paraenses: Rede Brasil Amazônia de Televisão – RBATV e Record Belém.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kristopher-Jon Peter Samuel, Universidade Federal do Pará

Bacharel em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade Federal do Pará (UFPA), bolsista do Programa de Estudantes-Convênio de Graduação (PEC-G) Brasil-Jamaica e integrante do projeto de pesquisa “Mídia e Violência: percepções e representações na Amazônia”

Sergio do Espirito Santo Ferreira Junior, Universidade Federal do Pará

Mestrando do Programa de Pós-graduação Comunicação, Cultura e Amazônia da Universidade Federal do Pará (PPGCom/UFPA) e integrante do projeto de pesquisa “Mídia e Violência: percepções e representações na Amazônia”

Alda Cristina Costa, Universidade Federal do Pará

Doutora em Ciências Sociais e mestre em Sociologia pela Universidade Federal do Pará (UFPA), professora do Programa de Pós-graduação Comunicação, Cultura e Amazônia (PPGCom/UFPA) e coordenadora do projeto “Mídia e Violência: percepções e representações na Amazônia”

Referências

ADORNO, Sérgio. Exclusão socioeconômica e violência urbana. Sociologias, ano 4, n.8, jul./dez. 2002. p. 84-135.

BACZKO, Bronislaw. Les imaginaires sociaux: mémoire et espoirs collectifs. Paris: Payot, 1984.

BERGER, Peter L.; LUCKMANN, Thomas. A construção social da realidade: tratado da sociologia do conhecimento. 33. ed. Petrópolis: Vozes, 2011.

CASTORIADIS, Cornelius. A instituição imaginária da sociedade. Rio de Janeiro: Paz e Terra. 1982.

COSTA, Alda Cristina Silva. A violência e os modelos midiáticos de espetáculo. In: MALCHER, Maria Ataíde et al. (Org.). Comunicação Midiatizada na e da Amazônia. Belém: FADESP, 2011. p. 179-204.

FERREIRA JUNIOR, Sergio. Narrativas imagéticas da violência: dramatização da morte na mídia impressa da Amazônia Paraense. Revista Cambiassu, São Luís, v. 15, n. 17, jul./dez. 2015. p. 201-229.

FERREIRA JUNIOR, Sergio; MENEZES, Alana. Individualização do acontecimento e mortes violentas: as narrativas policiais da mídia impressa paraense. Temática, João Pessoa, ano 10, n.11, nov. 2014. p. 55-70.

GOFFMAN, Erving. Quadros de experiência social: uma perspectiva de análise. Petrópolis: Vozes, 2012.

HJARVARD, Stig. The mediatization of culture and society. London: Routledge, 2013.

JODELET, Denise. Representações sociais: um domínio em expansão. In: ______. (Org.). As representações sociais. Rio de Janeiro: Ed. UERJ, 2001. p. 17-44.

KABUEGE, Nathan; MENEZES, Alana; LOUREIRO, João; SAMUEL, Kristopher-Jon. O corpo acontecimento: as narrativas policiais ou de violência nos cadernos impressos paraenses. In: CONGRESSO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO NA REGIÃO NORTE, 14, 2015. Rio de Janeiro. Anais... São Paulo: Intercom, 2015.

KAUN, Anne; FAST, Karin. Mediatization of culture and everyday life. Södertörn: Karlstad University Studies, 2014.

MENDONÇA, Kátia. Televisão: da profusão de imagens à cegueira ética. Revista Famecos: mídia, cultura e tecnologia. Porto Alegre, v. 20, n. 1, jan./abr. 2013. p. 179-192.

MICHAUD, Yves. A violência. São Paulo: Editora Ática, 1989.

MOTTA, Luiz Gonzaga; COSTA, Gustavo Borges; LIMA, Jorge Augusto. Notícia e construção de sentidos: análise da narrativa jornalística. Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, v. 28, n. 2, jul./dez. 2004. p. 31-51.

MOTTA, Luiz Gonzaga. Análise crítica da narrativa. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2013.

OLIVEIRA NETO, Sandoval Bittencourt de. Quando mais é menos: Critica aos indicadores de desempenho policial da política de integração da segurança pública no estado do Pará. In: BRITO, Daniel Chaves de; BARP, Wilson (Org.). Violência e controle social: reflexões sobre políticas públicas. Belém: NUMA/UFPA, 2005. p. 91-124.

ORLANDI, Eni Puccinelli. As formas do silêncio: no movimento dos sentidos. 6. ed. Campinas: Editora da Unicamp, 2007.

______. Análise de discurso: princípios e procedimentos. 11. ed. Campinas: Pontes, 2013.

PERALVA, Angelina. Violência e democracia: o paradoxo brasileiro. São Paulo: Paz e Terra, 2000.

PORTO, Maria Stela. Violência e representações sociais. In: LIMA, Renato Sergio; RATTON, José Luiz; AZEVEDO, Rodrigo Ghiringhelli de. (Org.). Crime, polícia e justiça no Brasil. São Paulo: Contexto, 2014. p. 60-70.

SHOEMAKER, Pamela J.; VOS, Tim. Teoria do gatekeeping: construção e seleção da notícia; Porto Alegre: Penso, 2011.

SAMUEL, Kristopher-Jon; COSTA, Alda Cristina. O popular como construção narrativa nos programas da televisão paraense: Uma análise do programa Balanço Geral-PA. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 37, 2015. Rio de Janeiro. Anais... São Paulo: Intercom, 2015.

THOMPSON, John B. Ideologia e cultura moderna: teoria social crítica na era dos meios de comunicação de massa. 5. ed. Petrópolis: Vozes, 1995.

Downloads

Publicado

30-06-2017

Como Citar

PETER SAMUEL, K.-J.; DO ESPIRITO SANTO FERREIRA JUNIOR, S.; CRISTINA COSTA, A. O silenciamento do debate da segurança pública nas narrativas jornalísticas sobre violência na Amazônia Paraense. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 20, n. 1, p. 149–169, 2017. DOI: 10.5216/ci.v20i1.40240. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/40240. Acesso em: 21 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos