Estudo comunicacional da cidade espírita: a religião entre a identidade e a cidade

Autores

  • João Damasio Universidade Federal de Goiás
  • Luiz Signates Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/36965

Palavras-chave:

Comunidade. Identidade. Religião. Espiritismo. Palmelo.

Resumo

A partir da representação do município de Palmelo (GO) como “cidade espírita”, questionamos até que ponto a noção sociológica de cidade é compatível com o vínculo a uma identidade cultural religiosa? A questão-problema toma o par teórico weberiano sociedade / comunidade como ponto de partida para a compreensão da noção de cidade, em processo de complexificação e diferenciação funcional, em tensionamento com os avanços da problematização de Stuart Hall (2006) sobre a identidade cultural que descentra o sujeito moderno - que é o mesmo sujeito pressuposto na teoria clássica da comunidade, gerando por isso inferências também neste último conceito. No âmbito desta problematização, o objetivo específico deste trabalho é tomar notas da teoria da religião como forma simbólica, questionando possíveis limitações em Weber (2000), Cassirer (1992) e Bourdieu (2009), diante de noções conflitantes de identidade e de comunidade.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Damasio, Universidade Federal de Goiás

Graduado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo na Faculdade Araguaia (FARA) e mestrando em Comunicação na Universidade Federal de Goiás (UFG) na linha de pesquisa Mídia e Cultura. Brasil, Goiás, Goiânia.

Luiz Signates, Universidade Federal de Goiás

Pós-Doutor em Epistemologia da Comunicação (Unisinos), Doutor em Ciências da Comunicação (USP), Mestre em Comunicação (UnB), Especialista em Políticas Públicas (UFG) e graduado em Comunicação Social - Jornalismo (UFG). professor associado I da Universidade Federal de Goiás, junto ao Mestrado em Comunicação, na linha Mídia e Cultura e docente efetivo do Doutorado em Ciências da Religião, na linha Cultura e Sistemas Simbólicos, da Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Brasil, Goiás, Goiânia.

Referências

BOURDIEU, P. A economia das trocas simbólicas. 6. ed. São Paulo: Perspectiva, 2009.

CAMPOS, D. V. Modernidade e iluminismo na ciência crítica de Max Weber. 2009. 86 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia)-Departamento de Filosofia e Metologia da Ciência, Universidade Federal de São Carlos, São Paulo, 2009.

CASSIRER, E. Linguagem e mito. 3.ed. Tradução J. Guinsburg; M. Schnaiderman. São Paulo: Perspectiva, 1992.

SILVA, D. G; MEDEIROS, E. B. A.; OTONI, R. B. V. Um olhar sobre o patrimônio histórico e cultural das cidades de Pires do Rio, Palmelo e Santa Cruz. In: SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA. 4. Anais... Pires do Rio: UEG, 2006.

HALL, S. A identidade cultural na pós-modernidade. 11. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2006.

LEFEBVRE, H. La production de l’espace. L’homme et la société, n. 31-32, p. 15-32, jan./ jun. 1974.

PALMELO. Lei orgânica de Palmelo, promulgada em 27 de julho de 2011. Revisa e atualiza o texto da Lei Orgânica do Município de Palmelo por colmatação simétrica, na forma do art. 3º do ADT da Constituição Federal de 1988.

SANTOS, T. F. N. S. A geografia da religião na “cidade espírita” do Brasil. A rota do espiritismo: de Sacramento - MG a Palmelo - GO. 2014. 77 f., il. Monografia (Bacharelado em Geografia) - Universidade de Brasília, Brasília, 2014.

SIGNATES, L. Cisma religioso e disputa simbólica: tensão comunicacional no espiritismo brasileiro e panamericano. Fragmentos de cultura, Goiânia, v. 23, n. 1, p. 39-50, jan./mar. 2013.

SIGNATES, L. Fraternidade como paradigma da identidade espírita. In: CONGRESSO ESPIRITA PAN-AMERICANO, 18., 2000, Porto Alegre. Anais... Porto Alegre: Copy Star, 2001. p. 133-144.

SIQUEIRA, J. Um contrato singular: e outros ensaios de história de Goiás. Goiânia: Kelps, 2006.

SODRÉ, M. A ciência do comum: notas para o método comunicacional. Rio de Janeiro: Vozes, 2014.

WEBER, M. Economia e sociedade: fundamentos da sociologia compreensiva. 4. ed. Brasília: Universidade de Brasília, 2000.

YAMAMOTO, E. Y. O conceito de comunidade na comunicação. Famecos, Porto Alegre, v. 21, n. 2, p. 438-458, maio/ago. 2014.

Downloads

Publicado

2015-12-04

Como Citar

DAMASIO, J.; SIGNATES, L. Estudo comunicacional da cidade espírita: a religião entre a identidade e a cidade. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 18, n. 2, p. 154–162, 2015. DOI: 10.5216/36965. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/36965. Acesso em: 25 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos