A crítica musical e o rock brasileiro nas páginas da revista Pop (1972-1979)

Autores

  • Cassiano Francisco Scherner de Oliveira Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.5216/ci.v19i1.36790

Palavras-chave:

Comunicação. Mídia

Resumo

A revista Pop foi editada entre os anos de 1972 até 1979. Neste artigo traçamos um perfil da revista destacando as críticas publicadas sobre o rock brasileiro. Mais precisamente, focamos no suplemento Hit-Pop, no qual as referidas críticas eram publicadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cassiano Francisco Scherner de Oliveira, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Doutor em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil. Mestre em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.

Referências

ALEXANDRE, R. Dias de luta: o rock e o Brasil dos anos 80. São Paulo: DBA Artes Gráficas, 2002.

ANÚNCIO lançamento Revista Pop. Veja, São Paulo, n.219, p.114-15, 15 nov. 1972.

BAHIANA, A. M. Importação e assimilação: rock, soul, discotheque. In: NOVAES, A. (Org.). Anos 70: ainda sob a tempestade. Rio de Janeiro: Aeroplano; Editora Senac Rio, 2005. p. 53-59.

BARROS, P. Provocações brasileiras: a imprensa contracultural made in Brazil – Coluna Underground (1969-1971), Flor do Mal (1971) & a Rolling Stone Brasileira (1972-1973). 2007. 268 f. Tese (Doutorado em História)– Faculdade de Ciências e Letras de Assis, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Assis, 2007.

BORGES, L. F. R. O processo inicial de formulação de produtos de mídia impressa brasileira voltados ao público jovem: um estudo de caso da Revista Pop. 2003. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Programa de Pós Graduação em Ciências da Comunicação, Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2003.

CORREA, T. S. Poções do mago revisteiro. Observatório da imprensa, São Paulo, 2003. Disponível em: <http://www.observatoriodaimprensa.com.br/artigos/iq041120032.htm>. Acesso em: 21 abr. 2015.

DI PIERO, G. Agora, pôsteres e um jornal de música pop. Pop, São Paulo, n. 12, p. 3, out. 1973.

DOURADO, H. A. Dicionário de termos e expressões da música. São Paulo: Editora 34, 2008.

DUST,A. O alegre massacre do Made in Brazil. Jornal Hit Pop, São Paulo, n. 55, p. 7, jul. 1977.

EDITORIAL. Jornal Hit Pop, São Paulo, n. 1, p. 12, nov. 1972.

EM CARTAZ. Jornal Hit Pop, São Paulo, n. 30, p. 1, abril, 1975.

EM CARTAZ. Jornal Hit Pop, São Paulo, n. 33, p. 15, jul. 1975.

EM CARTAZ. Jornal Hit Pop, São Paulo, n. 34, p. 15, ago. 1975.

EM CARTAZ. Jornal Hit Pop, São Paulo, n. 37, p.15, nov.1975.

HOBSBAWM, E. Era dos extremos: o breve século XX – 1914-1991. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

KUCINSKI, B. Jornalistas e revolucionários: nos tempos da imprensa alternativa. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2003.

LOGULLO, E. Doutor Desbunde. Revista Trip, São Paulo, ano 17, n. 125, p. 14-22, ago. 2004.

MACIEL, L. C. Não há mais rock nas bancas. Depoimento a Antônio José Mendes. Jornal Opinião, Rio de Janeiro, n. 11, p. 4, 15-22, jan. 1973.

MARTINS, L. A “Geração AI-5” e maio de 68: duas manifestações intransitivas. Rio de Janeiro: Livraria Argumento, 2004.

MIRA, M. C. O leitor e a banca de revistas: a segmentação da cultura no século XX. São Paulo: Editora Olho d’Água, 2003.

MORELLI, R. Indústria fonográfica: um estudo antropológico. Campinas: Editora da Unicamp, 2009.

NEVES, E. Coluna Ezequiel Neves. Jornal Hit Pop, São Paulo, n. 69, p. 9, jul. 1978.

NEVES, E. Coluna Zeca Jagger. Jornal Hit Pop, São Paulo, n. 44, p. 5, jun. 1976.

OS ESTRANGEIROS made in Brazil. Pop, São Paulo, n. 37, p. 64-68, nov. 1975.

PAIANO, E. O berimbau e o som universal: lutas culturais e indústria fonográfica nos ano 60. 1994. Dissertação (Mestrado em Comunicação Social)– Escola de Comunicação e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1994.

PALADINO, E. A máquina da fofoca. Isto É online, São Paulo, 2001. Disponível em: <http://www.terra.com.br/istoegente/114/reportagem/giba_um.htm>. Acesso em: 25 abril 2015.

PHOLHAS, agora em português! Coluna Nas quebradas do rock. Jornal Hit Pop, Pop, São Paulo, n. 52, p. 8, fev. 1977.

SILVA, D. C. A crítica musical. Digestivo cultural, São Paulo, 2008.Disponível em: <http://www.digestivocultural.com/colunistas/coluna.asp?codigo=2512> Acesso em:25 abr. 2015.

VENTURA, Z. O vazio cultural. In: GASPARI, E.; HOLLANDA, H. B.; VENTURA, Z. 70/80 Cultura em trânsito: da repressão à abertura. Rio de Janeiro: Aeroplano Editora, 2000.

ZWESTCH, W. Editorial. Jornal Hit Pop, São Paulo, n. 42, p. 2, abr. 1976.

Downloads

Publicado

2016-10-11

Como Citar

SCHERNER DE OLIVEIRA, C. F. A crítica musical e o rock brasileiro nas páginas da revista Pop (1972-1979). Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 19, n. 1, p. 70–86, 2016. DOI: 10.5216/ci.v19i1.36790. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/36790. Acesso em: 4 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos