Da cidadania aos gêneros da TV: as liberdades que concorrem com o poder da comunicação institucionalizada

Autores

  • Fernando Oliveira Paulino Universidade de Brasília (UNB)
  • Thiago Cardoso Franco Universidade Federal de Goiás (UFG)

DOI:

https://doi.org/10.5216/cei.v1i1.31214

Palavras-chave:

Cidadania. Espaço do jornalista. Jornalismo popular.

Resumo

Nesse artigo é avaliado o espaço da cidadania em emissoras televisivas comerciais regionais. Dessa forma tem-se a seguinte problemática: até que ponto prática da cidadania está sendo empregada nessas emissoras.  Foi utilizado o estudo de gêneros como metodologia para dois formatos televisivos: O bairro que eu tenho, o bairro que eu quero, projeto das afiliadas da TV Globo; Balanço Geral no bairros, projeto da TV Record. Foram entrevistados 14 jornalistas, para completar a análise.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-07-22

Como Citar

PAULINO, F. O.; FRANCO, T. C. Da cidadania aos gêneros da TV: as liberdades que concorrem com o poder da comunicação institucionalizada. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 17, n. 1, p. 193–214, 2014. DOI: 10.5216/cei.v1i1.31214. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/31214. Acesso em: 18 maio. 2022.

Edição

Seção

Caderno Casadinho Procad UFG - UFRJ