A divulgação pública da ciência em prol do desenvolvimento da Região Metropolitana do Vale do Paraíba

Autores

  • Jefferson Martins Universidade de Taubaté - Unitau
  • Mônica Franchi Carniello Universidade de Taubaté - Unitau

DOI:

https://doi.org/10.5216/c&i.v16i2.25865

Palavras-chave:

Desenvolvimento regional. Divulgação científica. Divulgação científica regional. Divulgação científica on-line.

Resumo

Este artigo visa oestudo da divulgação pública da ciência no processo de desenvolvimento regionalvoltado para a Região Metropolitana do Vale do Paraíba. Tal observação tomacomo ponto de partida a possibilidade de transmissão da informação científicaatravés da rede mundial de computadores; e investiga o potencial deste meiopara a finalidade de comunicar ciência publicamente.  As reflexões aqui desenvolvidas devemcontribuir para a ampliação do debate acerca da importância e do papel doconhecimento científico no amadurecimento de uma sociedade atuante erepresentativa junto ao poder público. Esta pesquisa descritiva fez uso defontes de papel e de levantamento junto a pesquisadores da região paradiscorrer sobre os temas pretendidos. Ao final, a dissertação argumenta sobreas possibilidades de desenvolvimento social, político e econômico de umasociedade cuja comunicação pública da ciência esteja disponível e acessível;com especial atenção às especificidades da comunicação on-line voltada à regiãovaleparaibana.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jefferson Martins, Universidade de Taubaté - Unitau

Mestre em Planejamento e Desenvolvimento Regional - Unitau, Especialista emJornalismo Científico - Unitau, Graduado em Jornalismo - Unitau

Mônica Franchi Carniello, Universidade de Taubaté - Unitau

Doutora em Comunicação e Semiótica - PUC SP, pós- doutorado em Comunicação - UMESP. Docente da Universidade de Taubaté

Downloads

Publicado

27-03-2014

Como Citar

MARTINS, J.; CARNIELLO, M. F. A divulgação pública da ciência em prol do desenvolvimento da Região Metropolitana do Vale do Paraíba. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 16, n. 2, p. 23–39, 2014. DOI: 10.5216/c&i.v16i2.25865. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/25865. Acesso em: 22 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos