Comunicação, câmbio cultural e transformação social no âmbito rural

Autores

  • Jorge Cardoso Castro Universidad San Pablo-CEU, de Madri - Espanha.

DOI:

https://doi.org/10.5216/c&i.v8i2.24699

Palavras-chave:

Comunicação. Representações culturais. Mediado. Câmbio cultural. Transformação social. Mídia. Teoria social da comunicação. Códigos.

Resumo

Este artigo tem como finalidade mostrar os resultados de uma pesquisa de campo empírica, realizada pelo autor, no fim da década dos 1990, numa pequena comunidade rural espanhola. Neste estudo analisa-se qual o papel desempenhado pela mídia e por outras instâncias mediadoras na construção da realidade social e das representações culturais do etnogrupo, no contexto de um processo de câmbio cultural e transformação social, de uma sociedade tradicional agrária para uma sociedade moderna de formação capitalista« Aliás, essas mudanças correspondem a um câmbio paralelo nos tipos de sistema de comunicação pública.Os resultados da pesquisa comprovam algumas leis subjacentes à teoria social da comunicação de Martin Serrano, certificam que a influência da mídia é relativa e que a hipótese de McLuhan a respeito da existência de uma aldeia global não é satisfatória, visto que o meio tecnológico não é necessariamente a mensagem, pois a mediação depende mais dos códigos socioculturais dos membros do etnogrupo do que da mera exposição e uso de um determinado instrumento tecnológico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jorge Cardoso Castro, Universidad San Pablo-CEU, de Madri - Espanha.


Professor da Faculdade de Humanidades e Ciências da Comunicação da Universidad San Pablo-
CEU, de Madri - Espanha.

Downloads

Publicado

2013-06-19

Como Citar

CASTRO, J. C. Comunicação, câmbio cultural e transformação social no âmbito rural. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 8, n. 2, p. 159–169, 2013. DOI: 10.5216/c&i.v8i2.24699. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/24699. Acesso em: 24 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos