O documentário como gênero audiovisual

Autores

  • Cristina Teixeira Vieira de Melo Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

DOI:

https://doi.org/10.5216/c&i.v5i1/2.24168

Palavras-chave:

Documentários. Autoria. Análise do discurso.

Resumo

 

Neste artigo, objetivamos apontar quais os elementos constitutivos do documentário são capazes de diferenciá-lo de outros gêneros audiovisuais, como o filme de ficção e a reportagem jornalística na TV. Sustentamos que a marca característica do documentário é seu caráter autoral, definido como uma construção singular da realidade, um ponto de vista particular do documentarista em relação ao que é
retratado. Alguns elementos lingüístico-discursivos evidenciam esse caráter autoral: a maneira como se dá voz aos outros, a presença de paráfrases discursivas e um efeito de sentido monofônico. Ainda destacamos a criatividade usada no processo de edição e montagem como um importante índice de autoria. Tomamos como aparato teórico de análise estudos no campo do Cinema e conceitos do âmbito da Lingüística Textual e da Análise do Discurso.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristina Teixeira Vieira de Melo, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Professora visitante da UFPE.

Downloads

Publicado

13-05-2013

Como Citar

MELO, C. T. V. de. O documentário como gênero audiovisual. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 5, n. 1/2, p. 25–40, 2013. DOI: 10.5216/c&i.v5i1/2.24168. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/24168. Acesso em: 18 maio. 2021.

Edição

Seção

Artigos