Comunidades gays do orkut: encontros, confrontos e (re)construção de identidades

Autores

  • Andréa Pereira dos Santos Universidade Federal de Goiás (UFG)
  • Suely Henrique de Aquino Gomes Universidade Federal de Goiás (UFG)

DOI:

https://doi.org/10.5216/c&i.v14i2.22447

Palavras-chave:

Homoafetividade. Teoria Queer. Ciberespaço. Comunidades online. ORKUT. Homoaffectivity. Queer theory. Cyberspace. On line communities.

Resumo

A atualidade é caracterizada por um mundo simbólico e efêmero, denominado, pela maioria dos teóricos estudados nessa pesquisa, de Pós-Moderno. Busca-se, no presente artigo, refletir sobre a construção das identidades gays, em especial dos freqüentadores de comunidades online. Objetiva-se compreender, a partir da análise do discurso, como são (e se são) construídas as identidades gays nas comunidades online hospedadas no ORKUT. Conclui-se que as identidades gays se revelaram diferenciadas, mesmo estando em uma comunidade online teoricamente “homogênea”; além disso, são identidades em constante transformação. No entanto, os discursos dos gays, em muitos casos negativos, são reflexos do sofrimento causado por conta do preconceito ainda muito presente na sociedade atual. Essas identidades, carregadas de sentidos negativos, só se emanciparão quando a sociedade, por meio da educação, desconstruir esse preconceito histórico e arraigado desde a era vitoriana.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andréa Pereira dos Santos, Universidade Federal de Goiás (UFG)

Professora Assistente do Curso de Biblioteconomia da Faculdade de Comunicação e Biblioteconomia (FACOMB) da UFG e Bibliotecária do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG).

Suely Henrique de Aquino Gomes, Universidade Federal de Goiás (UFG)

Professora Adjunta do Curso de Biblioteconomia da Universidade Federal de Goiás e docente do Programa de Pesquisa e Pós-Graduação em Comunicação.

Downloads

Publicado

07-02-2013

Como Citar

SANTOS, A. P. dos; GOMES, S. H. de A. Comunidades gays do orkut: encontros, confrontos e (re)construção de identidades. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 14, n. 2, p. 96–119, 2013. DOI: 10.5216/c&i.v14i2.22447. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/22447. Acesso em: 22 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos