Sexismo na linguagem: chaves para erradicá-lo nos meios e nas instituições

Autores

  • Olga Bustos Romero Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM)

DOI:

https://doi.org/10.5216/c&i.v14i2.22443

Palavras-chave:

Sexismo. Linguagem.

Resumo

A omissão de mulheres na linguagem é uma das principais formas de discriminação, sexismo e violência degênero. Nesse contexto, o espanhol é uma das línguas em que se faz mais evidente este problema, tolerado epromovido por instituições contrais como os meios de comunicação. Este artigo contre sua análise nos usosda linguagem sexista nos meios, promovendo sua erradiação para alcançãr uma sociedade justa e igualitária.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Olga Bustos Romero, Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM)

Facultad de Psicología. UNAM

Downloads

Publicado

2013-02-07

Como Citar

ROMERO, O. B. Sexismo na linguagem: chaves para erradicá-lo nos meios e nas instituições. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 14, n. 2, p. 19–46, 2013. DOI: 10.5216/c&i.v14i2.22443. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/22443. Acesso em: 15 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos