Violência da mídia, tecnorracionalismo e cidadania

Autores

  • Magno Medeiros Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/c&i.v12i1.10866

Palavras-chave:

Comunicação, Mídia, Violência, Cidadania

Resumo

O texto discute a relação entre mídia e cultura da violência, abordando as possíveis formas de impacto junto à sociedade. A violência na/da mídia deve ser pensada, sobretudo, a partir da atual cultura midiática e do atual ambiente tecnorracionalista. Entendendo-se por tecnorracionalismo todo um conjunto complexo e articulado de valores, símbolos, ideologias e conceitos cultivados, cultuados e irradiados pelos meios de comunicação contemporâneos. Trata-se, pois, do aparato socioestrutural que promove a dissolução gradual e persistente das potencialidades do sujeito comum. Nessa teia ou rede de valores, constrói-se a cultura da violência. Vivemos, hoje, uma cultura que naturaliza a violência. O artigo aborda, assim, questões como a espetacularização do real, a banalização da violência, a repetição e a saturação do sentido.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-08-11

Como Citar

MEDEIROS, M. Violência da mídia, tecnorracionalismo e cidadania. Comunicação & Informação, Goiânia, Goiás, v. 12, n. 1, p. 16–26, 2010. DOI: 10.5216/c&i.v12i1.10866. Disponível em: https://revistas.ufg.br/ci/article/view/10866. Acesso em: 12 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos