CONSTRUINDO SABERES E CONHECIMENTOS GEOGRÁFICOS COM PROFESSORES EM SERVIÇO NAS ESCOLAS DO CAMPO - DOI 10.5216/bgg.V30i2.13283

Autores

  • Alexandra Maria de Oliveira Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v30i2.13800

Resumo

No movimento de luta pela reforma agrária, a escola do campo se revela como um projeto voltado para atender as necessidades dos pobres do campo e deve ser compreendida como um processo que contempla, em sua lógica, uma política que pensa a educação como parte constitutiva do desenvolvimento dessas regiões. Este trabalho pretende apresentar uma leitura sobre os desafios colocados na formação dos professores de Geografia em escolas do campo. A pesquisa foi desenvolvida em trabalho conjunto com professores de ensino fundamental no Assentamento 25 de Maio no município de Madalena, Ceará. Ao longo do processo, ficou constatado que as mudanças educacionais presentes no campo brasileiro exigem a leitura e confrontação de dois projetos inconciliáveis: o oficial e o popular.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-04-05

Como Citar

MARIA DE OLIVEIRA, A. CONSTRUINDO SABERES E CONHECIMENTOS GEOGRÁFICOS COM PROFESSORES EM SERVIÇO NAS ESCOLAS DO CAMPO - DOI 10.5216/bgg.V30i2.13283. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 30, n. 2, p. 99–111, 2011. DOI: 10.5216/bgg.v30i2.13800. Disponível em: https://revistas.ufg.br/bgg/article/view/13800. Acesso em: 21 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos