Educação geográfica, educação não formal e movimento social: Estudo de caso do Cursinho Comunitário Pimentas em Guarulhos-SP - DOI 10.5216/ag.v4i12.12796

Autores

  • Antonio Carlos Pinheiro UNIFESP

Resumo

O presente trabalho teve por finalidade analisar as relações existentes entre a educação não formal e os movimentos sociais com base local, em especial um estudo de caso, tendo como sujeito/objeto o Cursinho Comunitário Pimentas, localizado no bairro dos Pimentas na cidade de Guarulhos, Estado de São Paulo, Brasil. Outro objetivo foi abordar o tema por meio da contextualização geográfica. A educação não formal representa todas as ações educativas realizadas fora do sistema escolar, a qual se pode também denominar de educação não escolar, em suma, todas as formas não institucionalizadas e territorializadas pelo espaço geográfico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-12-25

Como Citar

PINHEIRO, A. C. Educação geográfica, educação não formal e movimento social: Estudo de caso do Cursinho Comunitário Pimentas em Guarulhos-SP - DOI 10.5216/ag.v4i12.12796. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 4, n. 4, p. 206–221, 2011. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/16672. Acesso em: 28 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos