Indicadores sistêmicos da sustentabilidade urbana: uma alternativa adaptável e aplicável no âmbito dos países em desenvolvimento - DOI 10.5216/ag.v4i12.12778

Autores

  • Andrés Felipe Carvajal Universidad Nacional de Colombia

Resumo

Algumas ideias para o debate de medir a sustentabilidade urbana usando indicadores são apresentadas neste documento, que por sua vez, sugere a abordagem da Teoria das Síndromes de Mudança Global criado pelo Conselho Consultivo de mudança global para Governo Federal da Alemanha (WBGU), e adaptada pelo Centro Nacional Suíço de Competência em Pesquisa Norte-Sul (NCCR N-S), como uma valiosa ferramenta para a criação de indicadores sistêmicos, o que permitirá abordar de forma abrangente as questões urbanas. Finalmente, explica-se com exemplo da intensidade de Síndrome de Favela, a forma como a abordagem NCCR N-S constrói um indicador que é aplicável no contexto dos países em desenvolvimento e sugere alguns ajustes para cobrir mais aspectos para avaliar o estado de os problemas associados com a urbanização não planejada e informal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-12-25

Como Citar

CARVAJAL, A. F. Indicadores sistêmicos da sustentabilidade urbana: uma alternativa adaptável e aplicável no âmbito dos países em desenvolvimento - DOI 10.5216/ag.v4i12.12778. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 4, n. 4, p. 1–19, 2011. Disponível em: https://revistas.ufg.br/atelie/article/view/16663. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos