Escolhendo o repertório coral: uma tarefa de regentes?

Matheus Cruz Paes de Almeida

Resumo


O artigo discute primeiramente a formação do regente coral nos aspectos de técnica vocal, técnica de regência,
técnica de ensaio ou gestão de ensaio, elaboração ou adaptação de arranjos e o papel do regente na escolha do
repertório coral. O artigo também propôs uma prática não somente centrada no regente, mas voltada para o interesse
dos coralistas. Esta proposta foi desenvolvida através de um estudo de caso com o coral Nossa Voz de Flórida-PR.
A participação destes coralistas na escolha do repertório foi um processo que trousse motivação, identidade e boas
lembranças para o grupo. O referencial teórico considerou trabalhos de Amato (2010), Bartle (2003), Cox (2006), Devenny
(2014), Lakschevitz (2007), Kerr (2007), Vieira e Ray (2007), Schmeling (1999), entre outros.

Palavras-chave: Escolha de repertório coral; Prática coral; O papel do regente coral.

Texto completo:

PDF HTML


DOI: http://dx.doi.org/10.5216/mh.v16i2.45212

Logotipo do IBICT
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.revistas.ufg.br
Visitantes: contador de visitas