AS MARGENS DAS MARGENS DAS MARGENS:

SAÚDE DO TRABALHADOR EM TEMPOS DE PANDEMIA DA COVID-19

Autores

  • Eguimar Chaveiro Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil, eguimar@hotmail.com
  • Ricardo Junior de Assis Fernandes Gonçalves Universidade Estadual de Goiás (UEG), Iporá, Goiás, Brasil, ricardo.goncalves@ueg.br

DOI:

https://doi.org/10.5216/teri.v10i1.66150

Palavras-chave:

Saúde do Trabalhador. Território. Trabalho. Covid-19.

Resumo

Resumo: A presente pesquisa objetivou compreender a relação entre território e saúde-doença do trabalhador no contexto da pandemia da covid-19. A metodologia contou com revisão bibliográfica, levantamento e sistematização de dados, pesquisa de campo na cidade de Goiânia (GO), observação direta, entrevistas e registros fotográficos. A exposição dos resultados foi dividida em dois momentos centrais das discussões. A primeira parte sublinha o debate teórico no foco entre trabalho, território e saúde-doença, tomando como referência o campo da saúde do trabalhador. A segunda parte retoma o debate da relação trabalho, território e saúde-doença em contextos da pandemia da covid-19 no Brasil. Averiguou-se que no mesmo instante em que as taxas de contaminação e morte por covid-19 se expandem no Brasil, aprofundam-se a precarização, o empobrecimento, o desemprego e a informalidade do trabalho no país. Diante disso, a saúde do trabalhador, campo essencial às ações de vigilância e segurança no trabalho, vem sendo olvidada e silenciada pelas políticas de enfrentamento da pandemia e proteção dos trabalhadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eguimar Chaveiro, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil, eguimar@hotmail.com

ProfessorTitular dos Cursos de Graduação e Pós-Graduação em Geografia do Instituto deEstudos Socioambientais (IESA) da Universidade Federal de Goiás (UFG). Coordenadordo Grupo de Pesquisa e Extensão Espaço, Sujeito e Existência. Membro Titular doInstituto Cultural e Educacional Bernardo Élis para os Povos do Cerrado(ICEBE).

Ricardo Junior de Assis Fernandes Gonçalves, Universidade Estadual de Goiás (UEG), Iporá, Goiás, Brasil, ricardo.goncalves@ueg.br

Professor dos Cursos de Graduação (Unidade Iporá) e Pós-Graduação (Campus Cora Coralina) em Geografia da Universidade Estadual de Goiás (UEG). Pesquisador dos Grupos de Pesquisa e Extensão Espaço, Sujeito e Existência, e Política Economia, Mineração, Ambiente e Sociedade (PoEMAS). Membro Titular do Instituto Cultural e Educacional Bernardo Élis para os Povos do Cerrado (ICEBE). 

Referências

ALANTEJANO, Paulo. Questão agrária do Brasil no século XXI: uma abordagem a partir da geografia. Terra Livre, São Paulo-SP, Ano 27, volume 1, n. 36, p-69-95, 2011.
BBC. Com pandemia, entregadores de app têm mais trabalho, menos renda e maior risco à saúde. 2020. Disponível em: <https://www.bbc.com/portuguese/brasil-53258465>. Acesso em: 26/09/2020.

CPT – Comissão Pastoral da Terra. Caderno de Conflitos no Campo, 2019. Goiânia/GO, CPT, 2020.
FOLHA DE SÃO PAULO. A cada minuto, 1 profissional de saúde é infectado pelo novo coronavírus. 2020. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2020/08/a-cada-minuto-1-profissional-de-saude-e-infectado-por-covid-19-no-brasil.shtml#:~:text=No%20Brasil%2C%20a%20cada%20minuto,)%20e%20m%C3%A9dicos%20(27.767).>. Acesso em: 26/09/2020.

G1. Patrimônio dos super-ricos brasileiros cresce US$ 34 bilhões durante a pandemia. 2020. Disponível em: <https://g1.globo.com/economia/noticia/2020/07/27/patrimonio-dos-super-ricos-brasileiros-cresce-us-34-bilhoes-durante-a-pandemia-diz-oxfam.ghtml>. Acesso em: 29 de setembro de 2020.
GOIÁS, Governo de. Portaria 159/2019 – SES. Diário Oficial, Goiás, 25 de setembro, 2019.

GONÇALVES, R. J. A. F. Quantas lágrimas disfarçamos sem berro? Mineração e a dinâmica necroeconômica do capital. Territorial – Caderno Eletrônico de Textos, v.9, n.11, 2019.

HAN, Byung-Chul. Sociedade do cansaço. Tradução de Enio Paulo Giachini. Petrópolis, RJ: Vozes, 2015.
IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas. 2020. Disponível em: Acesso em: 28/09/2020.
LAVAL, Christian; DARDOT, Pierre. La pesadilla que no acaba nunca. Gedisa Editorial, Barcelona/Espanha, 2017.

LEVY, Paulo M. Economia mundial. 2020. Disponível em: <https://www.ipea.gov.br/cartadeconjuntura/index.php/category/economia-mundial/>. Acesso em: 09 de set./2020.
MARQUES, Marília. Suicídio entre índios cresce 20% em um ano; confinamento é apontado como causa. G1/DF, 2018. Disponível em: https://g1.globo.com/df/distrito-federal/noticia/2018/09/27/aumentam-casos-de-suicidio-entre-indios-no-brasil-confinamento-e-apontado-como-causa.ghtml. Acesso em: 18/09/2020.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Coronavírus no Brasil. 06/10/20. Disponível em: < https://covid.saude.gov.br/>. Acesso em: 13/10/2020.
MITIDIERO JUNIOR, M. et.al. O Parlamento e o Executivo na luta contra a reforma agrária e a preservação da natureza. In: CPT. Caderno de Conflitos no Campo, 2019. Goiânia/GO, CPT, 2020. p.196-205.

ONU. América Latina e Caribe tornam-se epicentro da pandemia; ONU sugere ações. 09/07/2020. Disponível em: <https://nacoesunidas.org/america-latina-e-caribe-tornam-se-epicentro-da-pandemia-onu-sugere-acoes/>. Acesso em: 09 de jul./2020.

OLIVEIRA, Ariovaldo U. de. A mundialização da agricultura brasileira. In: OLIVEIRA, Ariovaldo Umbelino de; LIRA, Elizeu Ribeiro et. al (orgs.). Território em conflito, terra e poder. Goiânia: Kelps, 2014. p. 17-104.
ONU – Organização das Nações Unidas. América Latina e Caribe tornam-se epicentro da pandemia. 2020. Disponível em: <http://www.onumulheres.org.br/noticias/america-latina-e-caribe-tornam-se-epicentro-da-pandemia-onu-sugere acoes/#:~:text=Am%C3%A9rica%20Latina%20e%20o%20Caribe,absoluto%20de%20casos%20no%20mundo>. Acesso em: 26/08/2020.

______ . Nota informativa do secretário-geral sobre o impacto da doença causada pelo coronavírus (covid-19) na América Latina e no Caribe. 2020. Disponível em: < https://www.un.org/sites/un2.un.org/files/lac_-_executive_summary_portugues.pdf>. Acesso em: 26/08/2020.

OXFAM. Mais pessoas morrerão de fome no mundo do que de covid-19 em 2020. Disponível em: < https://www.oxfam.org.br/noticias/mais-pessoas-morrerao-de-fome-no-mundo-do-que-de-covid-19-em-2020/>. Acesso em: 20/08/2020.

POCHMANN, Marcio. A Uberização leva à intensificação do trabalho e da competição entre os trabalhadores. Revista POLI: saúde, educação e trabalho - jornalismo público para o fortalecimento da Educação Profissional em Saúde. Ano IX - Nº 48 - nov./dez. 2016.

ROJAS, F. L. L. O SUS (que dá certo) e seus Brasis. Coluna Opinião/Multiplicadores de Visat, Rio de Janeiro/RJ, 2020.
SENNETT, R. A corrosão do caráter: consequências pessoais do trabalho no novo capitalismo. Trad. Marcos Santarrita. Rio de Janeiro: Record, 1999
SOUZA, Diego de Oliveira. Sobre a “contrarreforma” do SUS: um novo cenário para velhos atores. Coluna Opinião/Multiplicadores de Visat, Rio de Janeiro/RJ, 2020.

SOUZA, J. G. Local-global: território, finanças e acumulação na agricultura. In: LAMOSO, L. P. Temas do desenvolvimento econômico brasileiro e suas articulações com o Mato Grosso do Sul. Curitiba: Íthala, 2015.

UOL. Mais de 258 mil profissionais de saúde foram infectados pela covid-19. 2020. Disponível em: < https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2020/08/24/mais-de-258-mil-profissionais-de-saude-foram-infectados-pela-covid-19.htm>. Acesso em: 26/09/2020.

______ . O Brasil chega a 238 bilionários em 2020. Disponível em: < https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2020/09/21/novos-bilionarios-da-revista-forbes.htm>. Acesso em: 29 de setembro de 2020.

VASCONCELLOS, Luiz Carlos Fadel de. Saúde, trabalho e desenvolvimento sustentável: apontamentos para uma política de Estado. Rio de Janeiro/RJ, Fiocruz, 2007.

Downloads

Publicado

31-12-2020

Como Citar

Chaveiro, E. F., & Gonçalves, R. J. de A. F. (2020). AS MARGENS DAS MARGENS DAS MARGENS: : SAÚDE DO TRABALHADOR EM TEMPOS DE PANDEMIA DA COVID-19. Revista Terceiro Incluído, 10(1), 227–239. https://doi.org/10.5216/teri.v10i1.66150

Edição

Seção

Geografia da Saúde