O CENÁRIO POLÍTICO BRASILEIRO E A POLARIZAÇÃO DOS ÚLTIMOS TEMPOS.

Autores

  • Antônio Rocha Universidad del Sol (UNADES), Assunção, Paraguai, tiotoninhoopo@hotmail.com

DOI:

https://doi.org/10.5216/teri.v10i1.65498

Palavras-chave:

Ideologia; Polarização; Psicologia; Tecnologia.

Resumo

A reflexão apresentada neste artigo é fruto de um estudo bibliográfico e tem como objetivo proporcionar ao leitor reflexões em torno da polarização política no Brasil, mas ao mesmo tempo sinalizar que o contexto é mais amplo, de caráter global. Os referenciais ajudam contrastar fatos e realidades tomando como base à sociologia, complementados por outros referenciais. Trata-se de uma análise que, mesmo na superficialidade do contexto histórico, tem importância ímpar a ajudar o leitor que está em busca de um raciocínio crítico sobre a realidade vivida no país, nos últimos tempos. O estudo perpassa por momentos na história, de controle, mas também, de reações sociais. Apesar de não entrar na especificidade do tema, o estudo se vale de referenciais com abordagens em diferentes momentos na história. Além da Origem social e Antropológica do brasileira, ele fala no sistema estrutural e evolutivo da nação, na polarização dos últimos tempos capaz de envolver, de um lado, uma elite que fala em democracia, mas busca a privatização do Estado, o extermínio de ações sociais e a concentração da riqueza para uma minoria, do outro, seguimentos sociais e partidos de esquerda em defesa da democracia e ações sociais, além da preservação e proteção do Estado. Mesmo não entrando no mérito da questão polêmica, o estudo quis servir como provocação à reflexão. Outra evidência no artigo que merece a atenção, é a proposta de reflexões, valorização e o cuidado com a chegada da tecnologia e seus desafios para ambos os polos. As conquistas tecnológicas podem representar benefício, recurso e/ou comprometimento, um sustentáculo à polarização ideológica mencionada, mas pode prover indagações e manipulações em torno da realidade de toda a história do país. Enfim, sugere-se que o leitor busque entender a dimensão histórica e social do país para aprimorar sua compreensão em torno do comportamento social e psicológico do cidadão brasileiro. O momento de incerteza com a pandemia (Covid 19) neste ano de 2020 pode fomentar uma reflexão e um novo paradigma social, aproximar as pessoas e direcioná-las a uma mudança de comportamento mais relevante, em defesa do social, do humano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antônio Rocha, Universidad del Sol (UNADES), Assunção, Paraguai, tiotoninhoopo@hotmail.com

Mestre em Ciências da Educação - UNADES – Paraguai. Especialização em Ciências de Educação – FAP – ES. Especialização em Filosofia da Educação – FAP – ES. Especialização em Didática e Metodologia do Ensino Superior – UNIOURO – RO. Licenciatura Plena em Pedagogia – UNIR – RO e Técnico em Agropecuária.

Referências

BERMUDO, J. M. Marx – da ágora ao mercado. Salvat. São Paulo, 2015.

CORTELLA, M. S. Viver em paz para morrer em paz: se você não existisse, que falta faria (interrogação). São Paulo: Planeta, 2017.

CARDOSO, F. H. Casa Grande & Senzala: formação da família brasileira sob o regime da economia patriarcal. 48ª ed. Ver.- São Paulo: Global, 2003. Disponível em < https://docs.google.com/file/d/0B46vjiRI8hGuQzF2Y3hrSGVfRkk/edit > Acesso em 29/09/2020.

DOWBOR, L. A era do capital improdutivo: Por que oito famílias têm mais riqueza do que a metade da população do mundo? Autonomia Literária. São Paulo, 2017.

_________, L. O capitalismo se desloca: novas arquiteturas saciais. Edições Sesc: São Paulo, 2020.

DUSSEL, H. Ética Comunitária: Liberta o pobre. Tradução de Jaime Clasen. Vozes. Petróplolis, Rio de Janeiro, 1986.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 42. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

______, P. Pedagogia da Autonomia. Paz e Terra, 2004.

FREYRE, G. SOBRADOS E MUCAMBOS. SÃO PAULO: GLOBAL, 2004.
GRYNSZPAN, M. Ciências políticas e trajetórias sociais: uma sociologia histórica da teoria das elites. FGV: Rio de Janeiro, 1999.

KEMP, J. Pai inteligente influencia o filho adolescente – Se você não fizer, alguém o fará. Rio de Janeiro: Graça, 2017.

RIBEIRO, D. O Povo Brasileiro. A Formação e o sentido do Brasil. São Paulo: Companhia das letras, 1995.

SOUZA, A. I. Paulo Freire. Vida e Obra. São Paulo: Expressão Popular, 2001.

SOUZA, J. A Elite do Atraso: da escravidão à Lava-Jato. Rio de Janeiro: Leya, 2017.

______, Jessé. Subcidadania brasileira. Para entender o país além do jeitinho brasileiro. Rio de Janeiro: Rio de Janeiro, 2018.

Downloads

Publicado

31-12-2020

Como Citar

Rocha, A. (2020). O CENÁRIO POLÍTICO BRASILEIRO E A POLARIZAÇÃO DOS ÚLTIMOS TEMPOS. Revista Terceiro Incluído, 10(1), 159–173. https://doi.org/10.5216/teri.v10i1.65498

Edição

Seção

ARTIGOS