EFEITO DE ÁGUAS SALINAS E APLICAÇÃO DE BIOFERTILIZANTE EM MUDAS DE PITOMBEIRA (Talisia esculenta (A. St.-Hil.) Radlk.). DOI: 10.5216/teri.v5i2.38788

Autores

  • Danila Lima de ARAÚJO Mestre em Engenharia Agrícola, Universidade Federal de Campina Grande - UFCG –
  • Mário Leno Martins VÉRAS Mestrando em agronomia, Universidade Federal da Paraíba - UFPB/Campus II -
  • José Sebastião de MELO FILHO Mestre em Sistemas Agroindustriais, Universidade Federal de Campina Grande
  • Lunara de Sousa ALVES Graduada em Licenciatura em Ciências Agrárias, UEPB/Campus IV, Catolé do Rocha-PB,
  • Raimundo ANDRADE Prof. Doutor do Departamento de Agrárias e Exatas, Universidade Estadual da Paraíba - UEPB/Campus IV –

DOI:

https://doi.org/10.5216/teri.v5i2.38788

Palavras-chave:

Plântulas, Agroecologia, Salinidade

Resumo

A pitombeira tem sido cultiva amplamente, no entanto, não há técnicas de produção acerca da produção de mudas desta espécie. Neste sentido, objetivou-se avaliar o efeito de águas salinas e aplicação de biofertilizante em mudas de pitombeira (Talisia esculenta (A. St.-Hil.) Radlk.). O experimento foi conduzido no setor de viveiricultura na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) município de Catolé do Rocha, Paraíba. Os tratamentos foram distribuídos no delineamento inteiramente casualizado (DIC), com quatro repetições, usando o esquema fatorial 5 x 2, referentes a cinco níveis de salinidade: (S1= 0,8 dS m-1, S2 = 2 dS m-1, S3 = 4 dS m-1, S4 = 6 dS m-1 e S5 = 8 dS m-1) com e sem biofertilizante bovino. De acordo com a análise de variância, as variáveis analisadas (massa seca da folha, caule, raiz e parte aérea) foram influenciadas estatisticamente a nível de p<0,01 pelos níveis de salinidade. Já para a aplicação do biofertilizante não foram observados efeitos significativos. A interação salinidade x biofertilizante foi influenciada estatisticamente a 1% de probabilidade. A salinidade da água de irrigação afetou negativamente a produção de mudas de pitombeira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Danila Lima de ARAÚJO, Mestre em Engenharia Agrícola, Universidade Federal de Campina Grande - UFCG –

Mestre em Engenharia Agrícola, Universidade Federal de Campina Grande - UFCG – Campina Grande – Paraíba – Brasil. danilalimaraujo@hotmail.com

Mário Leno Martins VÉRAS, Mestrando em agronomia, Universidade Federal da Paraíba - UFPB/Campus II -

Mestrando em agronomia, Universidade Federal da Paraíba - UFPB/Campus II - Areia – Paraíba – Brasil. mario.deus1992@bol.com.br

José Sebastião de MELO FILHO, Mestre em Sistemas Agroindustriais, Universidade Federal de Campina Grande

Mestre em Sistemas Agroindustriais, Universidade Federal de Campina Grande - UFCG – Pombal– Paraíba – Brasil. josesebastiaouepb@yahoo.com.br

Lunara de Sousa ALVES, Graduada em Licenciatura em Ciências Agrárias, UEPB/Campus IV, Catolé do Rocha-PB,

Graduada em Licenciatura em Ciências Agrárias, UEPB/Campus IV, Catolé do Rocha-PB,  Email: lunara_alvesuepb@hotmail.com

Raimundo ANDRADE, Prof. Doutor do Departamento de Agrárias e Exatas, Universidade Estadual da Paraíba - UEPB/Campus IV –

Prof. Doutor do Departamento de Agrárias e Exatas, Universidade Estadual da Paraíba - UEPB/Campus IV – CEP 58884-000 - Catolé do Rocha – Paraíba – Brasil. raimundoarndrade@uepb.edu.br

Downloads

Publicado

2015-11-30

Como Citar

ARAÚJO, D. L. de; VÉRAS, M. L. M.; MELO FILHO, J. S. de; ALVES, L. de S.; ANDRADE, R. EFEITO DE ÁGUAS SALINAS E APLICAÇÃO DE BIOFERTILIZANTE EM MUDAS DE PITOMBEIRA (Talisia esculenta (A. St.-Hil.) Radlk.). DOI: 10.5216/teri.v5i2.38788. Revista Terceiro Incluído, Goiânia, v. 5, n. 2, p. 332–343, 2015. DOI: 10.5216/teri.v5i2.38788. Disponível em: https://revistas.ufg.br/teri/article/view/38788. Acesso em: 20 maio. 2024.