RESPOSTA DE DUAS VARIEDADES DE CAJU (Anacardium occidentale L.) À FERTILIZAÇÃO ORGÂNICA. DOI: 10.5216/teri.v5i2.38778

Autores

  • José Sebastião de MELO FILHO Mestre em Sistemas Agroindustriais, Universidade Federal de Campina Grande, Pombal
  • Mário Leno Martins VÉRAS Mestrando em Agronomia, Universidade Federal da Paraíba, Areia - PB, Email:
  • Lunara de Sousa ALVES Ciências Agrárias, Universidade Estadual da Paraíba, Catolé do Rocha - PB,
  • Danila Lima de ARAÚJO Mestre em Engenharia Agrícola Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande – PB,
  • Raimundo ANDRADE Professor Doutor, Departamento de Agrárias e Exatas, Universidade Estadual da Paraíba, Catolé do Rocha -

DOI:

https://doi.org/10.5216/teri.v5i2.38778

Palavras-chave:

mudas, caju anão precoce, caju gigante, fertilizante orgânico

Resumo

A produção de mudas de frutíferas está ganhando um grande espaço no mercado agrícola, entre elas o caju ganha destaque. Objetivou-se com esta pesquisa avaliar a Resposta de duas variedades de caju (Anacardium occidentale L.) à fertilização orgânica. O experimento foi desenvolvido em viveiro na Universidade Estadual da Paraíba - Campus IV, adotando o delineamento inteiramente casualisado (DIC), no esquema fatorial 5 x 2, com 10 tratamentos, com 5 repetições totalizando 50 unidades experimentais. Foram estudados os efeitos de 5 doses de urina de vaca: (0; 30;  60; 90 e 120 ml) e duas variedades de cajueiro V.1 (anão precoce) e V.2 (comum ou gigante). Não foram observados efeitos significativos no que se refere às doses de urina de vaca para nenhuma das variáveis analisadas, já para as variedades notou-se diferença expressiva entre a variedade 2 (comum ou gigante) em comparação à variedade 1 (anão - precoce) para todas as variáveis observadas. A urina de vaca não proporcionou bons resultados para o crescimento inicial e produção de fitomassa de caju. A variedade de caju gigante apresentou melhores resultados tanto para as variáveis de crescimento quanto para a produção de fitomassa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Sebastião de MELO FILHO, Mestre em Sistemas Agroindustriais, Universidade Federal de Campina Grande, Pombal

Graduado em Licenciatura em Ciências Agrárias, Universidade Estadual da Paraíba, Catolé do Rocha – PB, Mestre em Sistemas Agroindustriais, Universidade Federal de Campina Grande, Pombal - PB, Email: sebastiaouepb@yahoo.com.br

Mário Leno Martins VÉRAS, Mestrando em Agronomia, Universidade Federal da Paraíba, Areia - PB, Email:

Mestrando em Agronomia, Universidade Federal da Paraíba, Areia - PB, Email: mario.deus1992@bol.com.br

Lunara de Sousa ALVES, Ciências Agrárias, Universidade Estadual da Paraíba, Catolé do Rocha - PB,

Graduada em Ciências Agrárias, Universidade Estadual da Paraíba, Catolé do Rocha - PB, Email: lunara_alvesuepb@hotmail.com

Danila Lima de ARAÚJO, Mestre em Engenharia Agrícola Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande – PB,

Graduada em Ciências Agrárias, Universidade Estadual da Paraíba, Catolé do Rocha - PB, Mestre em Engenharia Agrícola Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande – PB, Email: danilalimaraujo@hotmail.com

Raimundo ANDRADE, Professor Doutor, Departamento de Agrárias e Exatas, Universidade Estadual da Paraíba, Catolé do Rocha -

Professor Doutor, Departamento de Agrárias e Exatas, Universidade Estadual da Paraíba, Catolé do Rocha - PB, Email: raimundoandrade@uepb.edu.br

Downloads

Publicado

2015-11-30

Como Citar

MELO FILHO, J. S. de; VÉRAS, M. L. M.; ALVES, L. de S.; ARAÚJO, D. L. de; ANDRADE, R. RESPOSTA DE DUAS VARIEDADES DE CAJU (Anacardium occidentale L.) À FERTILIZAÇÃO ORGÂNICA. DOI: 10.5216/teri.v5i2.38778. Revista Terceiro Incluído, Goiânia, v. 5, n. 2, p. 285–294, 2015. DOI: 10.5216/teri.v5i2.38778. Disponível em: https://revistas.ufg.br/teri/article/view/38778. Acesso em: 20 jul. 2024.