OLHARES RECICLÁVEIS. DOI: 10.5216/teri.v5i2.38734

Autores

  • Clarice Silva LIMA Programa de Pós-Graduação em Geografia (PPGEO). Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

DOI:

https://doi.org/10.5216/teri.v5i2.38734

Palavras-chave:

Resíduos sólidos urbanos, políticas públicas, percepções ambientais, coleta seletiva, sustentabilidade

Resumo

Este artigo partiu de um estudo sobre a avaliação dos resultados relativos ao planejamento e à implantação da coleta seletiva de resíduos sólidos urbanos, nos municípios do Rio de Janeiro e Curitiba, pontuando o que contribuiu para a adoção de diretrizes adequadas, com eficiência operacional e efetiva adesão da população ao programa. A pesquisa teve como objetivo analisar as percepções ambientais de moradores dos municípios de Curitiba e do Rio de Janeiro sobre as respectivas políticas públicas de coleta seletiva, a fim de pontuar as contribuições para a melhoria da sustentabilidade das referidas zonas urbanas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Clarice Silva LIMA, Programa de Pós-Graduação em Geografia (PPGEO). Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

Mestre em Gestão e Estruturação do Espaço Geográfico, Programa de Pós-Graduação em Geografia (PPGEO). Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). E-mail: claricecler87@gmail.com

Downloads

Publicado

2015-11-30

Como Citar

LIMA, C. S. OLHARES RECICLÁVEIS. DOI: 10.5216/teri.v5i2.38734. Revista Terceiro Incluído, Goiânia, v. 5, n. 2, p. 49–64, 2015. DOI: 10.5216/teri.v5i2.38734. Disponível em: https://revistas.ufg.br/teri/article/view/38734. Acesso em: 5 mar. 2024.