GENÓTIPOS DE MELÃO SUBMETIDOS À FERTILIZAÇÃO ORGÂNICA - DOI: 10.5216/teri.v4i2.35266

Autores

  • Ubiratan Matias de QUEIROGA JUNIOR Ciências Agrárias. Universidade Estadual da Paraíba – UEPB.
  • Mário Leno Martins VÉRAS Mestrando em agronomia, Universidade Federal da Paraíba - UFPB/Campus II
  • José Avelino de QUEIROGA NETO Ciências Agrárias. Universidade Estadual da Paraíba – UEPB.
  • Odinei Edson Leite BRASIL Ciências Agrárias. Universidade Estadual da Paraíba – UEPB.
  • Raimundo ANDRADE Prof. Doutor do Departamento de Agrárias e Exatas, Universidade Estadual da Paraíba - UEPB/Campus IV –

DOI:

https://doi.org/10.5216/teri.v4i2.35266

Palavras-chave:

Cucumis melo L., variedades, urina de vaca

Resumo

A presente pesquisa teve o objetivo de avaliar genótipos de melão submetidos à fertilização orgânica. O experimento foi desenvolvido em ambiente protegido, no setor de viveiricultura da Universidade Estadual da Paraíba - UEPB, Campus-IV. Adotou-se o delineamento experimental inteiramente casualizado, com 4 repetições, no esquema fatorial 5 x 2, 10 tratamentos, totalizando 40 plantas. Foram estudados 5 doses de urina de vaca: (D1= 0, D2 = 30, D3 = 60, D4 = 90 e D5 = 120 ml) e dois genótipos de melão (G1 = Melão Gaúcho Caipira e G2 = Melão Imperial 45). As doses de urina de vaca influenciaram significativamente a nível de (p<0,01) em todas as variáveis analisadas. No que se refere aos genótipos, apenas o comprimento da raiz (CR), o peso verde da raiz (PVR) e o peso verde total (PVT) foram influenciados estatisticamente a 1% de probabilidade, enquanto que no peso seco total (PST) foi verificada resposta significativa a 5% de probabilidade. Pode-se concluir que as mudas de melão cultivadas com aplicação de urina de vaca tiveram resultados melhores. Enquanto que o genótipo Melão Imperial 45 obteve os maiores valores em todas as variáveis estudadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ubiratan Matias de QUEIROGA JUNIOR, Ciências Agrárias. Universidade Estadual da Paraíba – UEPB.

Ciências Agrárias. Universidade Estadual da Paraíba – UEPB. ubiratanjunior1996@hotmail.com

Mário Leno Martins VÉRAS, Mestrando em agronomia, Universidade Federal da Paraíba - UFPB/Campus II

Mestrando em agronomia, Universidade Federal da Paraíba - UFPB/Campus II - Areia – Paraíba – Brasil. mario.deus1992@bol.com.br

José Avelino de QUEIROGA NETO, Ciências Agrárias. Universidade Estadual da Paraíba – UEPB.

Ciências Agrárias. Universidade Estadual da Paraíba – UEPB. 

Odinei Edson Leite BRASIL, Ciências Agrárias. Universidade Estadual da Paraíba – UEPB.

Ciências Agrárias. Universidade Estadual da Paraíba – UEPB.  odinei1994@hotmail.com

Raimundo ANDRADE, Prof. Doutor do Departamento de Agrárias e Exatas, Universidade Estadual da Paraíba - UEPB/Campus IV –

Prof. Doutor do Departamento de Agrárias e Exatas, Universidade Estadual da Paraíba - UEPB/Campus IV – CEP 58884-000 - Catolé do Rocha – Paraíba – Brasil. raimundoarndrade@uepb.edu.br

Downloads

Publicado

2014-12-30

Como Citar

QUEIROGA JUNIOR, U. M. de; VÉRAS, M. L. M.; QUEIROGA NETO, J. A. de; BRASIL, O. E. L.; ANDRADE, R. GENÓTIPOS DE MELÃO SUBMETIDOS À FERTILIZAÇÃO ORGÂNICA - DOI: 10.5216/teri.v4i2.35266. Revista Terceiro Incluído, Goiânia, v. 4, n. 2, p. 128–136, 2014. DOI: 10.5216/teri.v4i2.35266. Disponível em: https://revistas.ufg.br/teri/article/view/35266. Acesso em: 25 maio. 2024.