O PERCURSO DA TEMÁTICA QUALIDADE DE VIDA E RISCO NA TEORIA SOCIAL LATINO-AMERICANA: UMA ABORDAGEM PRELIMINAR. - DOI: 10.5216/teri.v2i1.19953

Autores

  • Sônia Regina da Cal SEIXAS UNICAMP - IFCH. Pesquisadora do NEPAM-UNICAMP
  • Silvia Beltrane CINTRA UNICAMP - NEPAM

DOI:

https://doi.org/10.5216/teri.v2i1.19953

Palavras-chave:

Qualidade de Vida, Risco Social, Interdisciplinaridade, Teoria Social, América Latina

Resumo

Neste artigo propõe-se analisar a noção da temática qualidade de vida e risco na teoria social latino-americana, tendo como referência o banco de dados especialmente organizado para o Projeto Temático FAPESP (processo n. 05/52317-1): A Questão Ambiental, Interdisciplinaridade, Teoria Social e Produção Intelectual na América Latina, coordenado por Leila da Costa Ferreira. O  conceito de qualidade de vida e  o de risco tem trajetórias especificas, e abordagens múltiplas na teoria social e ambiental. Neste trabalho foi  realizada  análise preliminar no referido banco de dados com enfoque quantitativo, no sentido de caracterizar a presença da temática qualidade de vida e risco na teoria social latino-americana, sendo que para esse artigo, foi priorizada a consulta ao banco de dados até 08 de novembro de 2007. O texto procura também sistematizar algumas abordagens encontradas para a temática sem, entretanto, esgotar todos os seus desdobramentos e possibilidades, uma vez que esta é uma discussão em construção.

Palavras-chave: Qualidade de Vida; Risco Social; Interdisciplinaridade; Teoria Social; América Latina.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sônia Regina da Cal SEIXAS, UNICAMP - IFCH. Pesquisadora do NEPAM-UNICAMP

Mestre em Sociologia (IFCH-UNICAMP, 1990) e Doutora em Ciências Sociais (IFCH-UNICAMP, 1996). Pesquisadora B do Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais (NEPAM-UNICAMP). Docente plena do Doutorado em Ambiente e Sociedade (NEPAM-IFCH-UNICAMP), e professora participante do Programa de Pós-graduação em Planejamento de Sistemas Energéticos (FEM-UNICAMP). As áreas de atuação predominantes são Sociologia Ambiental; Mudanças Ambientais Globais; Qualidade de vida, ambiente e subjetividade; Saúde e Ambiente e Energia, Ambiente e Sociedade. É lider do Laboratório de Estudos Qualidade de vida, Ambiente e Subjetividade (CNPq -NEPAM-UNICAMP) e pesquisadora dos grupos LACTA - Laboratório de Estudos de Cidadania, Territorialidade e Ambiente (UFF) e Sociedades e Naturezas (USF).

Silvia Beltrane CINTRA, UNICAMP - NEPAM

Possui graduação em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2008). Atualmente é professora de Sociologia, Filosofia e Ética e Cidadania Organizacional. Pós graduação em andamento em ensino de Sociologia pela Universidade de São Paulo - USP.

Referências

BARBOSA, S R da C S. Industrialização, Ambiente e Condições de Vida em Paulínia, SP. As representações de Qualidade Ambiental e Saúde para Médicos e Pacientes. 1990. nº de folhas Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1990.

BARBOSA S R da C S. Qualidade de vida e suas metáforas. Uma reflexão sócio-ambiental. 1990. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, 1996.

BARBOSA, S R da C S. Qualidade de vida e ambiente: uma abordagem em construção. In: BARBOSA, S R da C S. (org). A Temática Ambiental e a Pluralidade do Ciclo de Seminários do NEPAM. Campinas: UNICAMP, 1998. p. 401 – 425.

BARBOSA, S R da C S BARBOSA, Sônia Regina da Cal Seixas. Identidade social e dores da alma em Itaipu. Revista Ambiente & Sociedade, Rio de Janeiro, Vol. VII, n. 1, jan/jul, 2004.

BARBOSA, S R da C S. Subjetividade e complexidade social: contribuições ao estudo da depressão. PHYSIS: Ver. Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, 16(2):1611, 2006.

BARBOSA, S R da C S & HOEFFEL, J L de M. Qualidade de vida e complexidade social na APA Cantareira, SP: um estudo sobre degradação socio-ambiental e subjetividade. Projeto de Pesquisa FAPESP (processo n. 06/60366-5), 2006.

BECK, U. Risk Society. Towards a New Modernity. Londres, Sage, 1992.

BECK, U. De la sociedad industrial a la sociedad del riesgo. Cuestiones de supervivencia,

estructura social e ilustración ecológica. in: RODRÍGUES-IBÁNEZ, José E. Revista de Ocidente. Madrid, nº 150, 1993.

BECK, U. Ecological Enlightenment. Essays on the politics of the risck society. New York:

Prometheus Book, 1995.

BROWN, L (org.)/ WORLDWATCH INSTITUTE. Salve o Planeta! Qualidade de vida. Rio de Janeiro: Globo, 1990 a 1995.

BROWN, L, FLAVIN, C; POSTEL, S. O Planejamento de uma sociedade sustentável. In:

BROWN, L (org.). Salve o Planeta! Qualidade de vida - 1990/ Worldwatch Institute. Rio de

Janeiro: Globo, 1990.

BRÜSEKE, F J. Desestruturação e desenvolvimento. In: FERREIRA, L da C; VIOLA, E (orgs.) Incertezas de sustentabilidade na globalização. Campinas: Unicamp, p. 103 – 132, 1996.

BUARQUE, C. Qualidade de Vida: a modernização da utopia. Lua Nova, São Paulo, no. 31, 1993.

BUTTEL, F. Sociologia ambiental, qualidade ambiental e qualidade de vida: algumas observações teóricas. In: HERCULANO, S; PORTO, M F; FREITAS, C M (orgs.). Qualidade de vida & riscos ambientais. Niterói: EDUFF, 2000, p.29 – 48.

CARMO, R L. População, Meio Ambiente e Qualidade de Vida: o caso de Campinas (1970 - 1991). 1995. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, 1995.

CENTRO DE ALTERNATIVAS DE DESARROLLO (CEPAUR). Desarrollo a Escala Humana. Una opción para el futuro. Artigo 1. América Latina: Crisis y perplejidade. Development Dialogue, Número especial. Santiago: CEPAUR/Fundación Dag Hammarskjöld, 1986.

CORDEIRO, H. A Qualidade de Vida Urbana e as Condições de Saúde: o caso do Rio de Janeiro. In: SOUZA, A (org.). Qualidade de vida urbana. Série Debates Urbanos. Rio de Janeiro: Zahar, 1984.

CROCKER, D. Qualidade de Vida e Desenvolvimento: o enfoque normativo de Sen e Nussbaum. Lua nova, São Paulo, nº. 31, 1993.

FERREIRA, L.; BARBOSA, S.; HOEFFEL, J. L. et al. Environmental issues, interdisciplinarity, social theory and intellectual production in Latin America (preliminary analysis). Proceedings – The International Sociological Association/ ISA World Congress - Durban. Bethesda: CSA Sociological Abstracts, v. 1, p. 80-80, 2006.

FERREIRA, L. A Questão Ambiental, Interdisciplinaridade, Teoria Social e Produção Intelectual na América Latina. Projeto Temático FAPESP (processo n. 05/52317-1), 2005.

GALLOPÍN, G. Ecologia y Ambiente. In: LEFF, Enrique (coord.). Los Problemas del conocimiento y a perspectiva ambiental del desarrollo. Mexico: Siglo o Veintiuno, 1986.

GALTUNG, J. Development, environment and technology. Towards a technology for self-reliance. United Nations Conference on Trade and Development. Geneva, 1979.

GIDDENS, A. La vida en una sociedad post-tradicional.. in: RODRIGUES-IBÁNEZ, José E.

Revista de Ocidente. Madrid, N 150, 1993.

INTERGOVERNMENTAL PANEL ON CLIMATE CGANGE - IPCC – UNITED NATIONS ENVIRONMENT PROGRAMME – UNEP. Working Group II Report "Impacts, Adaptation and Vulnerability". Disponível em: http://www.ipcc.ch/ipccreports/ar4-wg2.htm

JACOBI, P. A percepção de problemas ambientais urbanos em São Paulo. Lua nova. São Paulo, nº. 31, 1993.

LASCH, C. O Mínimo Eu. Sobrevivência psíquica em tempos difíceis. 4. ed. São Paulo:

Brasiliense, 1987.

LEAL, A C. Meio Ambiente e Urbanização na Microbacia do Areia Branca - Campinas, São Paulo. 1995. Dissertação (Mestrado em Geociências/ Área de Geociências e Meio Ambiente) - Instituto de Geociências e Ciências Aplicadas, Universidade Estadual Paulista, 1995.

LUA NOVA. Qualidade de Vida. São Paulo: CEDEC, nº. 31, 1993.

MATAVELE, J. Ecologia e qualidade de vida: o caso da favela Vila Nogueira (Campinas, SP). Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Instituto de Biologia, Universidade Estadual de Campinas, 1992.

MONTES, J. M. & LEFF, E. Perspectivas Ambientais del Desarrollo del Conocimiento. In: LEFF, E (coord.). Los Problemas del conocimiento y a perspectiva ambiental del desarrollo. México: Siglo o Veintiuno, 1986.

RODRÍGUEZ-IBÁNEZ, J. E. Hacia un nuevo marco teórico. Revista de Ocidente. Madrid, n. 150, 1993.

SOUZA, A. (org.). Qualidade de vida urbana. Série Debates Urbanos. Rio de Janeiro: Zahar, 1984.

Downloads

Publicado

2012-06-30

Como Citar

SEIXAS, S. R. da C.; CINTRA, S. B. O PERCURSO DA TEMÁTICA QUALIDADE DE VIDA E RISCO NA TEORIA SOCIAL LATINO-AMERICANA: UMA ABORDAGEM PRELIMINAR. - DOI: 10.5216/teri.v2i1.19953. Revista Terceiro Incluído, Goiânia, v. 2, n. 1, p. 1–24, 2012. DOI: 10.5216/teri.v2i1.19953. Disponível em: https://revistas.ufg.br/teri/article/view/19953. Acesso em: 26 maio. 2024.