THE BIG APPLE - THE LATEST MODERN DANCE (1938)

Autores

  • Norma Goldman

Resumo

A história da BIG APPLE está associada à cultura afro americana e às tensões entre segregação racial e incorporação da cultura artística, estética e do movimento de homens e mulheres negros na sociedade abrangente norte-americana. A bibliografia faz constar diferentes origens em personagens, lugares e cronologias. Ela pode estar associada a um clube na Carolina do Sul, o BIG APPLE NIGHT CLUB, a uma dança ritual dos escravos negros no sul dos EUA, no século XVIII, O texto é um manual para o aprendizado da Big Apple. Desde seu início ele também aponta para a importância de um líder ou um condutor (vocal, inclusive) da dança, pois ela é toda contada – os passos e a sequência dos movimentos são cantados pelo líder, que estabelece o ritmo do grupo. O líder chama à exibição no centro da roda (é um tipo de dança de roda popular e uma dança circular de origem sagrada), estabelecendo uma tradição de dança de grupo combinada com uma dança solo de casal, valorizando a diferenciação das performances artísticas.

Downloads

Publicado

07-07-2018

Como Citar

Goldman, N. (2018). THE BIG APPLE - THE LATEST MODERN DANCE (1938). Rth |, 19(1), 126–136. Recuperado de https://revistas.ufg.br/teoria/article/view/53791