O MARXISMO DE FLORESTAN FERNANDES NA OBRA “A REVOLUÇÃO BURGUESA NO BRASIL” (1975)

Autores

  • Rodrigo Jurucê Mattos Gonçalves UEG

Palavras-chave:

Florestan Fernandes, revolução burguesa, autocracia burguesa, autocracia burguesa,

Resumo

O presente artigo visa a discussão da obra “A revolução burguesa no Brasilde Florestan Fernandes, originalmente publicada em 1975, cotejando com autores fundamentais do marxismo heterodoxo no Brasil: Décio Saes, Francisco de Oliveira, Ruy Mauro Marini e Jacob Gorender. Não poderíamos de deixar de citar Lênin, uma das principais fontes de inspiração de Fernandes.

Biografia do Autor

Rodrigo Jurucê Mattos Gonçalves, UEG

Professor do Programa de Pós-Graduação (PPGHIS) em História: Cultura e Sociedade, nível mestrado, da Universidade Estadual de Goiás (UEG). Doutor em História pelo PPGH/UFG. Pesquisa: História da ideias e dos intelectuais. Atualmente, no Pós-Doutorado dá andamento ao projeto "O Instituto Brasileiro de Filosofia: legitimação filosófica e ideológica da Ditadura (1964-1968)", junto do PPGH/UFG.

Referências

BOBBIO, Norberto; MATTEUCCI, Nicola; PASQUINO, Gianfranco. Dicionário de política. Vol. 1. Brasília, UNB, 1991.

DREIFUSS, René Armand. A internacional capitalista: Estratégia e táticas do empresariado transnacional (1918-1986). Rio de janeiro, Espaço e Tempo, 1986.

FONTES, Virgínia. Reflexões im-pertinentes: História e capitalismo contemporâneo. Rio de Janeiro, Bom Texto, 2005.

FLORESTAN, Fernandes. A Revolução Burguesa no Brasil: ensaio de interpretação sociológica (1975). 5 ed. São Paulo, Globo, 2006.

GORENDER, Jacob. A burguesia brasileira. 2 reimpr. da 3 ed. São Paulo, Brasiliense, 2004.

GRAMSCI, Antonio. Quaderni del carcere. 1 ed. Torino, Einaudi, 2007.

HARRIS, Laurence. Capitalismo monopolista de Estado (verbete). In: BOTTOMORE, Tom (Ed.). Dicionário do pensamento marxista. Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 2001. p. 55-56.

HOBSBAWM, Eric J. Era dos extremos: o breve século XX: 1914-1991. São Paulo, Cia. Das Letras, 1995.

LENIN, V. I. Lenin: política. 2 ed. São Paulo, Ática, 1978. Organizado por Florestan Fernandes.

____. Sobre o Estado (Conferência). In: Obras escolhidas em três tomos, Tomo 3. Lisboa, Edições Avante; Moscou, Edições Progresso, 1979.

____. O Estado e a Revolução (1917). Disponível em: <https://www.marxists.org/portugues/lenin/1917/08/estadoerevolucao/index.htm>, acesso em: abril/2016.

MARX, Karl. El Capital: critica de la economia política. Cidade do México, Fondo de Cultura Economica, 1973.

____; ENGELS, Friedrich. Manifesto do Partido Comunista. URSS, Edições Progresso, 1987.

OLIVEIRA, Francisco. Crítica à razão dualista: o ornitorrinco. São Paulo, Boitempo, 2003.

RIAZANOV, D. Notas al Manifiesto Comunista. Argentina, Aquarius, 1973.

SAES, Décio. A formação do Estado burguês no Brasil: 188-1891. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1985.

____. República do capital: capitalismo e processo político no Brasil. São Paulo, Boitempo, 2001.

SEREZA, Haroldo Ceravolo. Florestan: a inteligência militante. São Paulo, Boitempo, 2005. SODRÉ, Nelson Werneck. A fúria de Calibã: memórias do golpe de 1964. Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 1994.

Downloads

Publicado

27-07-2017

Como Citar

Gonçalves, R. J. M. (2017). O MARXISMO DE FLORESTAN FERNANDES NA OBRA “A REVOLUÇÃO BURGUESA NO BRASIL” (1975). Rth |, 17(1), 262–291. Recuperado de https://revistas.ufg.br/teoria/article/view/48047