A EXCELÊNCIA HISTORIOGRÁFICA NOS PRIMÓRDIOS DA ACADEMIA REAL DAS CIÊNCIAS DE LISBOA (1779-1820)

Autores

  • Eurico Gomes Dias Universidade do Porto

Palavras-chave:

História, Historiografia, Academia Real das Ciências, Ciência, Conhecimento, Iluminismo

Resumo

Ao tempo da criação da Academia Real das Ciências de Lisboa [1779] serão encetados múltiplos esforços científicos no sentido de renovar a escrita historiografia portuguesa. Um dos melhores exemplos, entre outras iniciativas académicas e universitárias, foi a compilação das Memórias de Litteratura Portugueza [vols. I-VIII, 1792-1814], as quais encerram os melhores trabalhos historiográficos publicados entre os finais do século XVIII e inícios do século XIX, os quais indicaram o caminho para o triunfo científico da actividade historiográfica.

Biografia do Autor

Eurico Gomes Dias, Universidade do Porto

Bacharel e Licenciado em Comunicação Social pelo Instituto Superior de Línguas e Administração [Santarém]. Pós-Graduado em Direito da Comunicação pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Pós-Graduado e Mestre em História Medieval e do Renascimento pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, onde terminou o Doutoramento, o Pós-Doutoramento e concluiu Provas de Agregação em História. Bolseiro de Doutoramento e Pós-Doutoramento pela Fundação para a Ciência e Tecnologia. Investigador do CEPESE [Centro de Estudos de População, Economia e Sociedade – Porto], colabora ainda no Centro de História [FLUL], no CIJVS [Centro de Investigação Professor Doutor Joaquim Veríssimo Serrão, Santarém], no CIDIUM-IUM [Centro de Investigação e Desenvolvimento do Instituto Universitário Militar], no IEM [Instituto de Estudos Medievais/FCSH-UNL], no CLEPUL [Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias/FLUL], entre outros organismos científicos. Auditor do Curso de Política Externa Nacional 2005/2006 [Instituto Diplomático/Ministério dos Negócios Estrangeiros] e Auditor do Curso de Defesa Nacional 2009/2010 [Instituto da Defesa Nacional/Ministério da Defesa]. Presentemente, é Professor Auxiliar com Agregação no ISCPSI – Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna [Lisboa]. Autor de várias obras e numerosos artigos científicos, foi galardoado com duas «Menções Honrosas» no Prémio Grémio Literário 2010 e 2012.

Referências

Arte da Grammatica Portugueza, ordenada em methodo breve, facil e claro…. Lisboa: Impressão Régia, 1799 [Lisboa, 2.ª edição, 1804; Lisboa, 3.ª edição, 1811; Baía, 1817, Lisboa, 4.ª edição, 1837].

BARROS, João de. Ásia. Dos Feitos que os Portugueses fizeram no Descobrimento e Conquista dos Mares e Terras do Oriente. Primeira Década. Lisboa: INCM, 1988 [fac-símile da 4.ª edição revista e prefaciada por António BAIÃO conforme a edição princeps, «Scriptores Rervm Lvsitanarvm» (Série A), Imprensa da Universidade, Coimbra, 1932].

BLUTEAU, Raphael. Vocabulario Portuguez e Latino…, vols. I-VIII. Coimbra: Colégio das Artes da Companhia de Jesus, 1712-1728.

Diccionario Bibliographico Portuguez, estudos de Inocêncio Francisco da SILVA aplicáveis a Portugal e ao Brasil continuados e ampliados por P. W. de Brito ARANHA, vols. I—XXIV. Lisboa: Imprensa Nacional, 1858-1923 [reprodução fac-similada da edição da INCM, 1972].

Dicionário da História de Lisboa, direcção de Francisco SANTANA e Eduardo SUCENA. Lisboa: [s. n.], 1994.

Dicionário de História de Portugal, direcção de Joel SERRÃO, vols. I-VI. Porto: Livraria Figueirinhas, 2002.

Enciclopédia Luso-Brasileira da Cultura Verbo, vols. I-XVIII. Lisboa: Editorial Verbo, 1963- -1976.

Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira, vols. I-XL. Lisboa: Editorial Enciclopédia/Página Editora, 1998.

Guia da Biblioteca Nacional, coordenação de Fátima LIBÓRIO. Lisboa: LBNL, 1996.

Jornais e Revistas Portuguesas do séc. XIX, coordenação e organização de Gina Guedes RAFAEL e Manuela SANTOS, prefácio de José TENGARRINHA, vol. I. Lisboa: Biblioteca Nacional, 2001.

MACHADO, Diogo Barbosa. Bibliotheca Lusitana…, vols. I-IV, Atlântida, Coimbra, 1965— 1967. Lisboa: [fac-simile da edição da Officina de Antonio Isidoro da Fonseca, 1741-1759]. Memorias de Agricultura…, vols. I-II. Lisboa: Officina da Academia Real das Ciências, 1788-1791.

Memorias de Litteratura Portugueza, vols. I-VIII. Lisboa: Officina da Academia Real das Ciências, 1792-1814.

Memorias de Mathematica e Phisica da Academia Real das Sciencias de Lisboa, tomo II. Lisboa: Typographia da Academia, 1799.

Memorias de Mathematica e Phisica da Academia Real das Sciencias de Lisboa, tomo III, Parte I. Lisboa: Typographia da Academia, 1812.

Memórias Económicas da Academia Real das Ciências de Lisboa, para o adiantamento da Agricultura, das Artes, e da Indústria em Portugal, e suas conquistas (1789-1815), introdução e direcção de José Luís CARDOSO e prefácio de M. Jacinto NUNES, vols. I-V, «Obras Clássicas do Pensamento Económico Português», n.º 1. Lisboa: Banco de Portugal, 1990-1991.

Memorias Economicas…, vols. I-V. Lisboa: Officina da Academia Real das Ciências, 1789-1815.

(cont)...

Downloads

Publicado

2017-07-27

Como Citar

DIAS, E. G. A EXCELÊNCIA HISTORIOGRÁFICA NOS PRIMÓRDIOS DA ACADEMIA REAL DAS CIÊNCIAS DE LISBOA (1779-1820). rth |, Goiânia, v. 17, n. 1, p. 70–123, 2017. Disponível em: https://revistas.ufg.br/teoria/article/view/48007. Acesso em: 5 out. 2022.

Edição

Seção

Cartografias da História da Historiografia portuguesa