OS SENTIDOS E OS SÍMBOLOS DO PÃO UCRANIANO: DAS SOBRAS AO PANÓPTICO

Autores

  • Paulo Augusto Tamanini Universidade Federal do Piauí - UFP

Palavras-chave:

Imigrantes ucranianos, cotidiano e religiosidade, pão e seus usos e símbolos.

Resumo

Este artigo busca compreender o sentido do pão nas comunidades imigrantes ucranianas, estabelecidas em Curitiba desde o século XIX. Analisado à luz da teoria e reflexões de Michel de Certeau, Carlo Ginzburg e Foucault o pão é o instrumento pelo qual observa-se que nos detalhes escondem-se uma ordenação, uma categoria de poder velado, exercitada pelas donas de casa ou pelo clero, explicada por uma cultura capaz de mostrar a multiplicidade de significados a que se reveste o cotidiano das famílias ucranianas. O somatório das inúmeras funções e apreensões de um pão inteiro ou de uma parte dele pressupõe a existência e leva a descobrir realidades culturais mais complexas e cheias de sentido, com suas formas, regras, por vezes díspares demarcando contrastes.

Downloads

Publicado

29-12-2015

Como Citar

Tamanini, P. A. (2015). OS SENTIDOS E OS SÍMBOLOS DO PÃO UCRANIANO: DAS SOBRAS AO PANÓPTICO. Rth |, 14(2), 183–202. Recuperado de https://revistas.ufg.br/teoria/article/view/39254

Edição

Seção

Artigos livres