A TEORIA DA HISTÓRIA EM WALTER BENJAMIN: UMA CONSTRUÇÃO ENTRE “HISTÓRIA E COLECCIONISMO: EDUARD FUCHS” E AS “TESES SOBRE O CONCEITO DE HISTÓRIA”

Autores

  • Raimundo Jucier Sousa de Assis Pós-Graduação Departamento de Geografia Humana Universidade de São Paulo - USP
  • Veridiana Domingos Cordeiro Pós-Graduação Departamento de Sociologia Universidade de São Paulo - USP

Palavras-chave:

filosofia, história, Walter Benjamin, materialismo histórico, teoria da história.

Resumo

O presente artigo tem o objetivo de discutir a concepção de história ou de teoria da história elaborada por Walter Benjamin por meio de dois de seus principais escritos sobre tal temática, a saber: História e Coleccionismo: Eduard Fuchs (1935-1937) e As Teses sobre o Conceito de História (1940). Acredita-se que tal esforço tem validade na medida em que pode fornecer ao leitor-escritor, de maneira mais estruturada e sucinta, debates das formulações benjaminianas acerca da teoria das idéias da história, a fim de possibilitar a construção de intrumentos heurísticos de análise a partir dessa base teórica mais consolidada.

Downloads

Como Citar

ASSIS, R. J. S. de; CORDEIRO, V. D. A TEORIA DA HISTÓRIA EM WALTER BENJAMIN: UMA CONSTRUÇÃO ENTRE “HISTÓRIA E COLECCIONISMO: EDUARD FUCHS” E AS “TESES SOBRE O CONCEITO DE HISTÓRIA”. rth |, Goiânia, v. 10, n. 2, p. 185–207, 2014. Disponível em: https://revistas.ufg.br/teoria/article/view/29092. Acesso em: 3 out. 2022.