A “UNIDADE HARMONIOSA DE VIDA” EM LUDWIK FLECK E AS RELAÇÕES MULTIESPÉCIE – POR UMA HISTÓRIA SUBMERSA NO AGROVAL

Autores

  • Gabriel Lopes Anaya Casa de Oswaldo Cruz/ FIOCRUZ2

Palavras-chave:

história da ciência, Ludwik Fleck, etnografias das multiespécies, filosofia da história, biologia.

Resumo

A relação entre seres humanos e diversas espécies apresenta um inegável entrelaçamento histórico que vai desde doenças e parasitismos, até a convivência da domesticação e hábitos alimentares, essas histórias são muitas vezes ofuscadas pelo excepcionalismo humano. Esse artigo pretende lidar com novas perspectivas de agência histórica na coexistência dos seres humanos e outras espécies, uma questão cada vez mais em evidência a partir da noção de crise ecológica contemporânea. A partir de contribuições da história das ciências, na discussão sobre “unidade harmoniosa de vida” em Ludwik Fleck, relacionando com as contribuições das “etnografias das multiespécies”, a discussão propõe uma história mais próxima das ciências da vida para entender os processos históricos de coexistência

Downloads

Como Citar

ANAYA, G. L. A “UNIDADE HARMONIOSA DE VIDA” EM LUDWIK FLECK E AS RELAÇÕES MULTIESPÉCIE – POR UMA HISTÓRIA SUBMERSA NO AGROVAL. Revista de Teoria da História, Goiânia, v. 9, n. 1, p. 9–35, 2014. Disponível em: https://revistas.ufg.br/teoria/article/view/29076. Acesso em: 23 jul. 2024.

Edição

Seção

Diversidade Histórica: O Ofício do Historiador em Foco