FREUD, WITTGENSTEIN E RICOEUR: FÉ, CETICISMO E REDENÇÃO DO CULTO À LINGUAGEM

Autores

  • Saulo Costa Val de Godoi

Palavras-chave:

Linguagem, Hermenêutica, Psicanálise, Teoria da História, Filosofia

Resumo

O presente estudo tem o objetivo de recortar e analisar historicamente três concepçõesessencialmente distintas sobre a capacidade da linguagem de compreender, sintetizar eversar sobre o mundo. Três pensadores – Sigmund Freud, Ludwig Wittgenstein e PaulRicoeur – emblemáticos representantes de linhas muito distintas, terão suas principaisobras analisadas em relação ao aspecto citado. Cada obra expressa a parcela de um estilode pensamento mais amplo que está relacionado ao contexto histórico de cada autor,como poderemos examinar. Pretende-se, com isso, dar visibilidade aos diferentes modosde entendimento referentes à conexão entre o mundo da prática e o mundo dalinguagem dos últimos 200 anos.

Downloads

Como Citar

GODOI, S. C. V. de. FREUD, WITTGENSTEIN E RICOEUR: FÉ, CETICISMO E REDENÇÃO DO CULTO À LINGUAGEM. Revista de Teoria da História, Goiânia, v. 7, n. 1, p. 181–203, 2014. Disponível em: https://revistas.ufg.br/teoria/article/view/28923. Acesso em: 25 jul. 2024.