Mímesis e ficção em Luiz Costa Lima

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/sig.v35.76538

Palavras-chave:

Luiz Costa Lima, mímesis, ficção, controle do imaginário, teoria da ficção

Resumo

Neste ensaio, apresentamos algumas das ideias centrais da teorização de Luiz Costa Lima. A partir de dois capítulos de Mímesis: desafio ao pensamento (2000) e Frestas (2013), respectivamente, destacamos as noções de mímesis e ficção como aspectos especialmente relevantes na produção do referido autor. Como epílogo, sublinhamos a relação desses livros com a obra O controle do imaginário & a afirmação do romance (2009), associando os conceitos de mímesis e ficção à ideia de controle do imaginário que se encontra na base da teoria da ficção de Costa Lima.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sara Lelis de Oliveira, Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM), Cidade do México, México

Professora na Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM).

Erivelto da Rocha Carvalho, Universidade de Brasília (UnB), Brasília, Distrito Federal, Brasil

Professor da Universidade de Brasília (UnB).

Referências

BASTOS, Dau (ed.). Luiz Costa Lima. Uma obra em questão. Rio de Janeiro: Garamond, 2010.

BASTOS, Dau et al. (ed.). Luiz Costa Lima: um teórico nos trópicos. Rio de Janeiro: Garamond, 2019.

COSTA LIMA, Luiz. Mímesis e modernidade: formas das sombras. Rio de Janeiro: Ed. Graal, 1980.

COSTA LIMA, Luiz. Vida e mímesis. Rio de Janeiro: Editora 34, 1995.

COSTA LIMA, Luiz. Mímesis: desafio ao pensamento. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000.

COSTA LIMA, Luiz. Mímesis e modernidade: formas das sombras. 2 ed. São Paulo: Paz e Terra, 2003.

COSTA LIMA, Luiz. Trilogia do controle. Rio de Janeiro: Topbooks, 2007.

COSTA LIMA, Luiz. O controle do imaginário & a afirmação do romance: Dom Quixote, Moll Flanders, Tristram Shandy. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

COSTA LIMA, Luiz. Frestas: a teorização em um país periférico. Rio de Janeiro: Contraponto, 2013.

COSTA LIMA, Luiz. O chão da mente: a pergunta pela ficção. São Paulo: Editora Unesp, 2021.

GUMBRECHT, Hans Ulrich. La inquietud de Luiz Costa Lima. Nuevo texto crítico, Stanford, ano II, n. 3, p. 5-8, 1989. https://doi.org/10.1353/ntc.1989.0024.

GUMBRECHT, Hans Ulrich; CASTRO ROCHA, João Cezar (ed.). Máscaras da mímesis. A obra de Luis Costa Lima. Rio de Janeiro: Record, 1999.

HOZVEN, Roberto. El discurso del ensayo, à propósito de O controle do imaginário. Revista Chilena de Literatura, Santiago de Chile, n. 26, 1985.

LAMB, Mathew. Special Issue on Luiz Costa Lima. Croosroads, Brisbane, v. 2, n. 2, 2008.

LAMB, Mathew. Special issue - Luiz Costa Lima rejoinder. Croosroads, Brisbane, v. 4, n. 2, 2010.

PINTO, Aline Magalhães; VASCONCELOS, Eduardo Henrique Barbosa de. Dossiê Luiz Costa Lima. Fato & Versões – Revista de História, Mato Grosso do Sul, v. 19, n. 10, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufms.br/index.php/fatver/article/view/7570. Acesso em: 19 set. 2023.

PINTO, Aline Magalhães; SAID, Roberto do Carmo. Luiz Costa Lima: legados. O Eixo e a roda. Belo Horizonte, v. 29, n. 4, 2020. Disponível em: http://www.periodicos.letras.ufmg.br/index.php/o_eixo_ea_roda/issue/view/754. Acesso em: 13 set. 2023.

SOUZA, Eneida Maria de. Luiz Costa Lima: crítica em Palimpsesto. Cadernos de Pesquisa, Belo Horizonte, n. 7, 1992.

Downloads

Publicado

2023-11-14

Como Citar

OLIVEIRA, S. L. de; CARVALHO, E. da R. Mímesis e ficção em Luiz Costa Lima. Signótica, Goiânia, v. 35, p. e76538, 2023. DOI: 10.5216/sig.v35.76538. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sig/article/view/76538. Acesso em: 14 abr. 2024.

Edição

Seção

Tradução