À sombra do pai

Autores

  • Dulce Maria Viana Mindlin

DOI:

https://doi.org/10.5216/sig.v9i1.7392

Resumo

1997 assinala o 4° centenário da morte de José de Anchieta, e a possibilidade da canonização do "Apóstolo do Brasil". Observando-se a sua produção escrita (cartas, poemas líricos, um poema épico, uma gramática, um catecismo e vários autos catequéticos e de devoção), vai-se poder recuperar praticamente toda a visão de mundo que denunciava o ponto de enunciação de seu discurso: a Europa quinhentista, vale dizer, expansionista e catequista, na esteira das necessidades da Contra-Reforma. Nesse conjunto, o papel desempenhado pela Companhia de Jesus e por seu fundador, Inácio de Loyola, assume importância inquestionável, enquanto catalisadora das tendências do pensamento europeu em termos de analogia e de convenientia (M. Foucault), principalmente, e enquanto disseminadora, em termos extra-europeus, das mesmas tendências, através do processo catequético e colonizador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-09-11

Como Citar

MINDLIN, D. M. V. À sombra do pai. Signótica, Goiânia, v. 9, n. 1, p. 59–72, 2009. DOI: 10.5216/sig.v9i1.7392. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sig/article/view/7392. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigo