A voz narradora e a liberdade de criação em o evangelho segundo Jesus Cristo, de José Saramago

Autores

  • Moema de Castro e Silva Olival

DOI:

https://doi.org/10.5216/sig.v5i1.7362

Resumo

0 ensaio busca apreender a leitura parodística que Saramago faz do Evangelho. Revela a dialética da voz narradora e sua complexidade através do sincretismo dos elementos componentes: autor implícito; personagem-narradora principal: Jesus, simbiose de Humano e Divino, elementos que funcionam como pólos contrapontísticos, em que pese o grito de rebeldia do Humano (Saramago, o socialista) sobre o Divino; e o leitor.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-09-11

Como Citar

SILVA OLIVAL, M. de C. e. A voz narradora e a liberdade de criação em o evangelho segundo Jesus Cristo, de José Saramago. Signótica, Goiânia, v. 5, n. 1, p. 131–144, 2009. DOI: 10.5216/sig.v5i1.7362. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sig/article/view/7362. Acesso em: 26 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigo