A semiose da fantasia literária

Autores

  • Julio Jeha

DOI:

https://doi.org/10.5216/sig.v13i1.7295

Resumo

A literatura refere-se tanto ao que existe na fisicalidade quanto ao que existe
apenas como um construto da mente. Isso é possível por causa da natureza
relacional do signo e, portanto, da linguagem. A fantasia é vista pelas teorias
literárias em geral como uma manifestação artística inferior. No entanto, a natureza
epistemológica e ontológica do signo literário implica que ambas as tendências
em direção ao real e à fantasia são igualmente válidas, pois uma depende da
outra para existir.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-09-10

Como Citar

JEHA, J. A semiose da fantasia literária. Signótica, Goiânia, v. 13, n. 1, p. 117–136, 2009. DOI: 10.5216/sig.v13i1.7295. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sig/article/view/7295. Acesso em: 30 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigo