As múltiplas escolhas de Alejandro Zambra: leituras comparadas

Autores

  • Paulo Cesar Silva de Oliveira Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Rio de Janeiro, Rj, Brasil. E-mail: paulo.centrorio@uol.com.br https://orcid.org/0000-0002-3710-4722

DOI:

https://doi.org/10.5216/sig.v33.69130

Palavras-chave:

Alejandro Zambra. Múltipla escolha. Ficção. Contemporaneidade. Inespecificidade.

Resumo

O artigo tematiza a questão da inespecificidade da narrativa atual no estudo de Múltipla escolha (2017), de Alejandro Zambra, lendo-a comparativamente a textos anteriores do autor e em diálogo com um texto de Oswald de Andrade, da tradição modernista brasileira. O referencial teórico principal parte do diálogo com as questões desenvolvidas por Florencia Garramuño – arte expandida, (in) especificidade do literário e fuga dos lugares de pertencimento – e Josefina Ludmer, com suas teorias acerca do conceito de literaturas pós-autônomas, para avançar nas discussões em torno da escrita híbrida de Zambra. Equilibrando leitura literária e teoria, traçaremos um panorama da prosa de Zambra em perspectiva dialógica com o ideário modernista. Ao final do artigo, propomos compreender a prosa de Zambra dentro de uma poética que reinventa e problematiza a tradição, com isso, dialogando com pressupostos modernos que, a título de exemplo comparativo, levamos à obra de Oswald de Andrade, um possível interlocutor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDRADE, Oswald de. Serafim Ponte Grande. 3. ed. São Paulo: Global Editora, 1987. ANDRADE, Oswald de. Serafim Ponte Grande. 5. ed. São Paulo: Globo, 1996.

BAGATINI, Rochele Cristine. As múltiplas alternativas de Alejandro Zambra. Scripta, v. 22, n. 44, PUC-MG, 279-282, 2018. Disponível em: http://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/article/ view/16907/13259.

CAMPOS, Haroldo de. Serafim: um grande não-livro. In: ANDRADE, Oswald de. Serafim Ponte Grande. 5. ed. São Paulo: Globo, 1996, p. 5-28.

DELEUZE, Gilles. A literatura e a vida. In: ANDRADE, Oswald de. Crítica e clínica. Trad. Peter Pál Pelbart. 2. ed. São Paulo: Editora 34, 2011, p. 11-17.

FERNANDES, Pedro. Múltipla escolha, de Alejandro Zambra. Letras in.verso e re.verso. http://www.blogletras.com/2017/09/multipla-escolha-de- -alejandro-zambra.html. Acesso em 15 mai. 2021.

GARRAMUÑO, Florencia. La literatura em un campo expansivo y la indisciplina del comparatismo. Cadernos de Estudos Culturais, v. 1, n. 2, p. 1-11, 2009. Disponível em: https://periodicos.ufms.br/index.php/cadec/ article/view/2190. Acesso em 03 de mai. 2021.

GARRAMUÑO, Florencia. Frutos estranhos: sobre a inespecificidade na estética contemporânea. Trad. Carlos Nougué. Rio de Janeiro: Rocco, 2014a.

GARRAMUÑO, Florencia. Formas da impertinência. In: KIEFER, Anna; GARRAMUÑO, Florencia (Orgs.). Expansões contemporâneas: literatura e outras formas. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2014b, p. 91-108.

KIEFER, Anna; GARRAMUÑO, Florencia (Orgs.). Expansões contemporâneas: literatura e outras formas. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2014.

KRAUSS, Rosalind. Sculpture in the expanded field. October, v. 8, Spring 1979, p. 30-44. https://monoskop.org/images/b/bf/Krauss_ Rosalind_1979_Sculpture_in_the_Expanded_Field.pdf. Acesso em 13 mai. 2021.

LUDMER, Josefina. Literaturas pós-autônomas. Sopro, n. 20, jan. 2010, p. 1-4. Disponível em: http://culturaebarbarie.org/sopro/n20.pdf. Acesso em 18 mai. 2021.

MIRANDA, Wander Melo. Formas mutantes. In: KIEFER, Anna; GARRAMUÑO, Florencia (Orgs.). Expansões contemporâneas: literatura e outras formas. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2014, p. 135-152.

ZAMBRA, Alejandro. No leer: crónicas y ensayos sobre literatura. Barcelona: Alfa Decay, 2012.

ZAMBRA, Alejandro. Bonsai. Trad. Josely Vianna Baptista. São Paulo: Cosac Naify, 2013a.

ZAMBRA, Alejandro. A vida privada das árvores. Trad. Josely Vianna Baptista. São Paulo: Cosac Naify, 2013b.

ZAMBRA, Alejandro. Formas de voltar para casa. Trad. José Geraldo Couto. São Paulo: Cosac Naify, 2014.

ZAMBRA, Alejandro. Meus documentos. Trad. Miguel Dell Castillo. São Paulo: Cosac Naify, 2015a.

ZAMBRA, Alejandro. Facsímil. Ciudad de México, D. F: Editorial Sexto Piso, 2015b.

ZAMBRA, Alejandro. Múltipla escolha. Trad. Miguel Del Castillo. São Paulo: Planeta, 2017.

ZAMBRA, Alejandro. Tema libre. Barcelona: Editorial Anagrama, 2019.

ZAMBRA, Alejandro,. “Literatura está ligada à desordem”, diz escritor chileno Alejandro

Zambra. Entrevista a Alvaro Costa e Silva. 2018. https://www.fronteiras.com/entrevistas/literatura-esta-ligada-a-desordem-diz-escritor-chileno-alejandro-zambra. Acesso em 13 mai. 2021a.

Downloads

Publicado

2022-01-06

Como Citar

OLIVEIRA, P. C. S. de. As múltiplas escolhas de Alejandro Zambra: leituras comparadas. Signótica, Goiânia, v. 33, 2022. DOI: 10.5216/sig.v33.69130. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sig/article/view/69130. Acesso em: 7 jul. 2022.

Edição

Seção

Dossiê de Estudos Literários