O barroco na escrita de Clarice Lispector

Autores

  • Maria Stella Galvão Santos Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Natal, Rio Grande do Norte, Brasil. E-mail: stellag@uol.com.br https://orcid.org/0000-0003-1974-7692

DOI:

https://doi.org/10.5216/sig.v33.65357

Palavras-chave:

Literatura, Barroco, Clarice Lispector

Resumo

A obra de Clarice Lispector encontra-se impregnada por elementos barrocos ao longo da escritura de vários de seus romances, como têm demonstrado alguns estudos no âmbito da teoria literária. Características peculiares à escritura da ficção clariceana a inscreveriam na linha de escritores brasileiros contemporâneos em cuja obra o barroco desponta de maneira inequívoca. Digressões, antíteses, paradoxos, estranhamentos são traços estilísticos do barroco na literatura que podemos identificar das obras dessa escritora. Assim, os problemas gerais da linguagem, da arte, da existência e da morte, que coexistem na estética barroca, conferem um caráter ensaístico em várias de suas obras, como anuncia a própria Clarice em Água Viva. “E quando estranho a palavra, é aí que ela alcança o sentido. E quando estranho a vida aí é que começa a vida.” (LISPECTOR, 1980, p. 85).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

COUTINHO, Afrânio. Introdução à literatura no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1986.
BYLAARDT, Cid Ottoni. O barroco e seu diálogo com a contemporaneidade. Revista Entrelaces. v. 1, n. 12, Abr.-Jun. 2018.

LISPECTOR, Clarice. Água viva. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1980.
__________. O Lustre. Rio de Janeiro: Rocco, 1999.
__________. A cidade sitiada. Rio de Janeiro: Rocco, 1992.
__________. A maçã no escuro. Rio de Janeiro: Rocco, 1998.
NUNES, Benedito. O drama da linguagem. 2ª edição. São Paulo: Ática, 1995.
____________. O mundo imaginário de Clarice Lispector. In: O dorso do tigre. São Paulo: Editora 34, 2009 (1ª edição 1969), pp. 93-134.
OLIVEIRA, Solange R. Aspectos barrocos do romance de Clarice Lispector. O eixo e a roda, Revista de Literatura Brasileira. Vol. 2, N. 2, pp. 113-123, Jun.1984
SÁ, Olga de. Clarice Lispector: a travessia do oposto. São Paulo: Annablume, 1993.
________. Clarice Lispector - Processos Criativos. Revista Iberoamericana, Vol. L, N. 126, Enero-Marzo 1984.
SOUSA, Carlos Mendes. Clarice Lispector. Figuras da escrita. Braga: Universidade do Minho (Coleção Poliedro), 2000.
SOUZA, Gilda de Mello. O Lustre. Remate de males, Campinas, n. 9, pp. 171-175, 1989.

Downloads

Publicado

13-09-2021

Como Citar

Santos, M. S. G. (2021). O barroco na escrita de Clarice Lispector. Signótica, 33. https://doi.org/10.5216/sig.v33.65357

Edição

Seção

Estudos Literários