O retorno do autor e a representação do outro em os papéis do inglês e nove noites

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/sig.v33.64523

Palavras-chave:

Literatura e Etnografia, Representação, Ruy Duarte de Carvalho, Bernardo Carvalho, Autoria

Resumo

Este artigo analisa a presença da figura autoral nas obras Os papéis do inglês (2007), de Ruy Duarte de Carvalho, e Nove noites (2006), de Bernardo Carvalho. Por meio de uma estratégia comparatista, apoiada nos postulados da antropologia pós-moderna, o lugar daquele que escreve e de sua linguagem na representação do outro, culturalmente diferente, é reconsiderado pela frequência do autor nos textos ficcionais, fato que aproxima ficção e não ficção.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BENJAMIN, Walter. “O narrador”. IN: BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política. São Paulo: Brasiliense, 1985. Obras Escolhidas, Vol. 1.

CARVALHO, Bernardo. Nove noites. São Paulo: Companhia das Letras, 2006 [2002].

CARVALHO, Ruy Duarte de. Os papéis do inglês. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

CHAVES, Rita. “Os papéis do inglês, de Ruy Duarte de Carvalho”. IN: Carta maior [online]. 06/06/2007. Disponível em http://cartamaior.com.br/?/Editoria/Midias/Os-papéis-do-inglês-de-Ruy-Duarte-de-Carvalho-/12/13341. Acesso em: 25 jun. 2017.

DOUBROVSKY, Serge. “O último eu”. IN: NORONHA, Jovita Maria Gerheim (Org.). Ensaios sobre a autoficção. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2014. p. 111-125.

FOUCAULT, Michel. O que é um autor? Lisboa: Passagens, 1992.

GEERTZ, Clifford. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: LTC, 1989.[1973].

KLINGER, Diana. Escritas de si, escritas do outro: o retorno do autor e a virada etnográfica. 2ª ed. Rio de Janeiro: 7Letras, 2012.

MARCUSE, Herbert. A dimensão estética. Portugal: Edições 70, 2007.

MORAES, Anita Martins Rodrigues de. “Ficção e etnografia: o problema da representação em Os papéis do inglês, de Ruy Duarte de Carvalho, e Nove Noites, de Bernardo de Carvalho”. IN: Via Atlântica. São Paulo, n. 21, jul/2012. p. 155-172.

MORICONI, Ítalo. A provocação pós-moderna. Razão histórica e política da teoria de hoje. Rio de Janeiro: Diadorim, 1994.

OLIVEIRA, Bruno. A autoficção no campo da escrita de si: a construção do mito do escritor em Nove noites, de Bernardo de Carvalho, e outros procedimentos autoficcionais na prosa brasileira contemporânea. Dissertação de Mestrado. Rio de Janeiro: UERJ, 2010. Disponível em http://livros01.livrosgratis.com.br/cp132130.pdf Acesso em: jun. 2017. 111f.

Downloads

Publicado

2021-02-08

Como Citar

DA COSTA FONSECA, C.; SPAREMBERGER, A. . O retorno do autor e a representação do outro em os papéis do inglês e nove noites. Signótica, Goiânia, v. 33, p. e64523, 2021. DOI: 10.5216/sig.v33.64523. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sig/article/view/64523. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

Estudos Literários