Romance de formação e o caso do Künstlerroman

Autores

  • Jorge Alves Santana

DOI:

https://doi.org/10.5216/sig.v15i1.3764

Resumo

O romance de formação é um subgênero narrativo que auxiliou o gênero romanesco a tornar-se hegemônico perante os demais gêneros literários. Para essa situação concretizar-se, o romance de formação do artista, Künstlerroman, teve papel importante. Trataremos, sob perspectiva teórica, dessas duas
modalidades ficcionais e exemplificaremos sua estruturalidade nos romances Infância, de Graciliano Ramos, O apanhador no campo de centeio, de Salinger, e La tia Julia y el escribidor, de Mário Vargas Llosa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-04-06

Como Citar

SANTANA, J. A. Romance de formação e o caso do Künstlerroman. Signótica, Goiânia, v. 15, n. 1, p. 35–51, 2008. DOI: 10.5216/sig.v15i1.3764. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sig/article/view/3764. Acesso em: 29 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigo