Relações entre enunciado e arquivo na construção do discurso político

Autores

  • Vanice Maria Oliveira Sargentini

DOI:

https://doi.org/10.5216/sig.v0i0.3634

Resumo

Pautando-nos em conceitos propostos por Foucault (1986), como função enunciativa e arquivo, buscamos apreender, na heterogeneidade na qual se rigem os discursos ditos “de esquerda”, algumas posições enunciativas resentes em enunciados que sustentam os discursos políticos do Partido dos rabalhadores, produzidos por ocasião da Campanha para Presidência do artido em 2005. Com vistas a evidenciar a produção de diferentes efeitos de entido, analisamos construções lingüístico-discursivas tais como “o PT eafirma”, “refundar o PT” e “socialismo petista”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-04-01

Como Citar

SARGENTINI, V. M. O. Relações entre enunciado e arquivo na construção do discurso político. Signótica, Goiânia, p. 37–47, 2008. DOI: 10.5216/sig.v0i0.3634. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sig/article/view/3634. Acesso em: 18 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigo