A formação inicial do professor de português língua estrangeira: aprendendo a ser um profissional colaborativo

Autores

  • Anelise Dutra Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Belo Horizonte, MG

DOI:

https://doi.org/10.5216/sig.v26i2.29709

Palavras-chave:

ensino reflexivo, formação inicial, trabalho colaborativo.

Resumo

Este  artigo  tem  o  objetivo  de  apresentar  alguns  dos  resultados  obtidos  em minha pesquisa relacionados a um curso de formação inicial de professores de  português  como  língua  estrangeira  que  teve  como  ponto  principal  a colaboração  reflexiva  entre  os  envolvidos (Schön ,  1983;  Griffiths   e Tann , 1992;  Zeichner   e  Liston ,  1996;  entre  outros).  Os  instrumentos  de  coleta de  dados  desta  pesquisa  qualitativa  envolveram  filmagem  de  aulas,  uso  de diários e sessões colaborativas com quatro professores iniciantes do Centro de Extensão da Faculdade de Letras da UFMG. Os resultados da pesquisa mostram que  um  curso  inicial  de  formação  de  professores  de  PLE  voltado  para  um processo reflexivo-colaborativo propicia mudanças nas crenças do professor, acompanhada igualmente de uma mudança na sua prática pedagógica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anelise Dutra, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Belo Horizonte, MG

Professora de Língua Inglesa do Departamento de Letras, coordenadora do Setor de Línguas Estrangeiras Modernas. Coordenadora do Inglês sem Fronteiras e Núcleo de Línguas da Universidade Federal de Ouro Preto.

Downloads

Publicado

2014-12-22

Como Citar

DUTRA, A. A formação inicial do professor de português língua estrangeira: aprendendo a ser um profissional colaborativo. Signótica, Goiânia, v. 26, n. 2, p. 579–602, 2014. DOI: 10.5216/sig.v26i2.29709. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sig/article/view/29709. Acesso em: 29 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigo