O sentimento amoroso na poética de António Jacinto

Autores

  • Fabio Mario da Silva Universidade de São Paulo, São Paulo, SP. Bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).

DOI:

https://doi.org/10.5216/sig.v26i1.28599

Palavras-chave:

António Jacinto, poesia angolana, amor, saudade.

Resumo

Este artigo tem por objetivo refletir sobre o sentimento amoroso na obra de António Jacinto a partir de um dos seus mais famosos poemas, “Carta dum contratado”,  demonstrando  como  em  sua  poética  se  asila  este  sentimento estritamente ligado à ideia de saudade e sensações simultâneas de conforto e desconforto. Para isso, utilizaremos como fonte de reflexão teórica sobre o amor o pensamento de Octavio Paz, José Ortega y Gasset, Gaston Bachelard e Roland Barthes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabio Mario da Silva, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP. Bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).

Fabio Mario da Silva é pós-doutorando em Literatura Portuguesa  pela Universidade de São Paulo, com apoio financeiro da FAPESP( Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), doutor e mestre em Literatura pela Universidade de Évora , como bolseiro da FCT. É Membro colaborador do grupo do  CEL (Centro de Estudos em Letras da Universidade de Évora) e do CEC (Centro de Estudos Clássicos da Universidade de Lisboa). Também faz parte, como membro integrado, do CLEPUL (Centro de Literaturas e Cultura Lusófona e Europeia) da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Atualmente dirige, em conjunto com a Professora Cláudia Pazos Alonso, a edição anotada das Obras Completas de Florbela Espanca pela Editora Estampa.

Downloads

Publicado

2014-11-12

Como Citar

SILVA, F. M. da. O sentimento amoroso na poética de António Jacinto. Signótica, Goiânia, v. 26, n. 1, p. 31–44, 2014. DOI: 10.5216/sig.v26i1.28599. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sig/article/view/28599. Acesso em: 26 fev. 2024.

Edição

Seção

Seção Temática