Poesia de testemunho (com doses de humor): Alex Polari, Glauco Mattoso, Leila Míccolis e Jocenir

Autores

  • Wilberth Salgueiro Universidade Federal do Espírito Santo

DOI:

https://doi.org/10.5216/sig.v25i1.23345

Palavras-chave:

Poesia brasileira, Literatura de testemunho, Humor, Dor.

Resumo

O artigo se propõe a indicar alguns traços da chamada “literatura de testemunho” (como o vínculo estreito com a história e o mundo real; a indissociabilidade entre autor, narrador e personagem; a dimensão coletiva do relato; a supremacia do caráter ético sobre o estético etc.) e como eles funcionam diante de textos poéticos em que o humor esteja presente. Como ilustração prática, seguem-se análises breves de poemas de Alex Polari, Glauco Mattoso, Jocenir e Leila Míccolis, mostrando a delicada convivência, no poema, entre o testemunho da dor e o verso com humor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wilberth Salgueiro, Universidade Federal do Espírito Santo

Professor de literatura brasileira da Ufes, desde 1993.

Pesquisador do CNPq desde 2007.

Downloads

Publicado

2013-10-14

Como Citar

SALGUEIRO, W. Poesia de testemunho (com doses de humor): Alex Polari, Glauco Mattoso, Leila Míccolis e Jocenir. Signótica, Goiânia, v. 25, n. 1, p. 35–50, 2013. DOI: 10.5216/sig.v25i1.23345. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sig/article/view/23345. Acesso em: 18 ago. 2022.

Edição

Seção

Seção Temática