Os trovadores ibéricos e as tensões sociais: enfrentamentos internobiliárquicos (séculos XIII e XIV)

Autores

  • José D'Assunção Barros Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/sig.v23i1.16146

Resumo

O objeto deste artigo é discutir as tensões sociais nas sociedades medievais ibéricas dos séculos XIII e XIV – mais particularmente no que se refere às tensões envolvendo a religiosidade e a Igreja propriamente dita – percebidas a partir da poesia e práticas trovadorescas do período. Dentro do contexto histórico da centralização régia do período medieval, o texto analisa algumas cantigas trovadorescas galego-portuguesas nas quais podem ser vistas as tensões sociais entre trovadores oriundos de diferentes categorias sociais, e também envolvendo trovadores em oposição ao rei.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-11-08

Como Citar

BARROS, J. D. Os trovadores ibéricos e as tensões sociais: enfrentamentos internobiliárquicos (séculos XIII e XIV). Signótica, Goiânia, v. 23, n. 1, p. 65–85, 2011. DOI: 10.5216/sig.v23i1.16146. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sig/article/view/16146. Acesso em: 1 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigo