Formação de professores de Libras: o ensino da escrita de sinais nas licenciaturas em Libras

Autores

  • Fabiane Ferreira da Silva Moraes Universidade Federal de Goiás, Goiânia, Goiás, Brasil. E-mail: fabianemoraes@ufg.br https://orcid.org/0000-0002-1610-4256

DOI:

https://doi.org/10.5216/rs.v6.68358

Palavras-chave:

Escrita de sinais. Formação. Currículo. Libras.

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo responder ao seguinte questionamento: qual o espaço da escrita de sinais no currículo dos cursos de licenciatura em Libras ofertados por Instituições Federais de Ensino Superior? Para o desenvolvimento da pesquisa, optou-se pela pesquisa documental, de caráter qualitativo. A seleção dos cursos que formam o corpus foi realizada a partir de uma busca no site do e-Mec. Os resultados apontaram que o espaço da escrita de sinais no currículo dos cursos de licenciatura em Libras, ofertados por Instituições Federais de Ensino Superior, ainda é muito limitado e que, em alguns casos, o estudo da escrita de sinais nem ao menos faz parte da formação de professores de Libras. Nos cursos em que há a exigência do estudo da modalidade escrita da Libras, foram encontrados entraves como a carga horária reduzida e período em que as disciplinas são ofertadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

APPLE, M. W. A POLÍTICA DO CONHECIMENTO OFICIAL: FAZ SENTIDO A IDEIA DE UM CURRÍCULO NACIONAL? IN: MOREIRA, A. F. B; SILVA, T. T. (ORG.). CURRÍCULO, CULTURA E SOCIEDADE. SÃO PAULO: CORTEZ, 2002.

BARROS, M. E. ELIS – ESCRITA DAS LÍNGUAS DE SINAIS: PROPOSTA TEÓRICA E VERIFICAÇÃO PRÁTICA. 2008. 192F. TESE (DOUTORADO EM LINGUÍSTICA) – CENTRO DE COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO, UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA, FLORIANÓPOLIS.

BRASIL. CADASTRO NACIONAL DE CURSOS E INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO SUPERIOR – CADASTRO E-MEC. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 04 DE ABRIL DE 2020.

BRASIL. LEI Nº 10.436, DE 24 DE ABRIL DE 2002. DISPÕE SOBRE A LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS – LIBRAS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. IN: DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO, N. 79, SEÇÃO 1, DE 25/4/2002. P. 23. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 10 JUN. 2020.

BRASIL. SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS. VIVER SEM LIMITES – PLANO NACIONAL DOS DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA. BRASÍLIA, 2014. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM 15 DE SET. DE 2020.

CERNY, R. Z.; QUADROS, R. M.; BARBOSA, H. FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LETRAS-LIBRAS: CONSTRUINDO O CURRÍCULO. E-CURRICULUM. SÃO PAULO, V. 4, N. 2, JUN 2009. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 15 DE SET. DE 2020.

FOUCAULT, M. O SUJEITO E O PODER. IN: DREYFUS, HUBERT L.; RABINOW, PAUL. (ORG.) MICHAEL FOUCAULT: UMA TRAJETÓRIA FILOSÓFICA (PARA ALÉM DO ESTRUTURALISMO E DA HERMENÊUTICA). RIO DE JANEIRO: FORENSE UNIVERSITÁRIA, 1995.

INSTITUTO FEDERAL DO NORTE DE MINAS GERAIS. PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE LETRAS – LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

KUMADA, K. M. O.; PRIETO, R. G. DESDOBRAMENTOS DA POLÍTICA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR PARA FORMAÇÃO DO DOCENTE DE LIBRAS. CADERNOS DE PESQUISA, SÃO PAULO, V. 49, N. 173, P. 64-84, SET. 2019. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 15 DE SET. DE 2020.

LODI, A. C. B.; LACERDA, C. B. F. FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS: REFLEXÕES SOBRE O IMPACTO DESTA AÇÃO PARA A EDUCAÇÃO. EDUCAÇÃO E FILOSOFIA. UBERLÂNDIA, V. 29, N. ESPECIAL, P. 279 – 299, 2015. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 15 DE SET. DE 2020.

PERLIN, G. T. T. O SER E O ESTAR SENDO SURDOS: ALTERIDADE, DIFERENÇA E IDENTIDADE. 2003. 156F. TESE (DOUTORADO EM EDUCAÇÃO) – FACULDADE DE EDUCAÇÃO, UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL, PORTO ALEGRE.

PRODANOV, C. C. METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO: MÉTODOS E TÉCNICAS DA PESQUISA E DO TRABALHO ACADÊMICO. NOVO HAMBURGO: FEEVALE, 2013.

QUADROS, R. M. O “BI” EM BILINGUISMO NA EDUCAÇÃO DE SURDOS. IN: FERNANDES, EULÁLIA. SURDEZ E BILINGUISMO. PORTO ALEGRE, MEDIAÇÃO, 2012.

SACRISTÁN, J. G. O QUE SIGNIFICA O CURRÍCULO? IN: SACRISTÁN, J. G. (ORG.). SABERES E INCERTEZAS SOBRE O CURRÍCULO. PORTO ALEGRE: PENSO, 2013.

SILVA, E. V. L. S. NARRATIVAS DE PROFESSORES DE SURDOS SOBRE A ESCRITA DE SINAIS. 2013. 113F. DISSERTAÇÃO (MESTRADO EM EDUCAÇÃO) – FACULDADE DE EDUCAÇÃO, UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL, PORTO ALEGRE.

STUMPF, M. R. APRENDIZAGEM DE ESCRITA DE LÍNGUA DE SINAIS PELO SISTEMA SIGNWRITING: LÍNGUAS DE SINAIS NO PAPEL E NO COMPUTADOR. 2005. 330F. TESE (DOUTORADO EM INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO) – FACULDADE DE EDUCAÇÃO, UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL, PORTO ALEGRE.

STUMPF, M. R; WANDERLEY, D. C. QUEM FALA PORTUGUÊS, ESCREVE EM PORTUGUÊS. QUEM FALA INGLÊS, ESCREVE EM INGLÊS. OS SURDOS: ESCREVEM EM QUE LÍNGUA?. IN: REVISTA LETRAS RARAS, CAMPINA GRANDE, V. 5, N. 1, P. 93-107, 2016. HTTP://REVISTAS.UFCG.EDU.BR/CH/INDEX.PHP/RLR/ARTICLE/VIEW/586. ACESSO EM: 09 DE JUNHO DE 2019.

STUMPF, M. R; LUCHI, M. ASPECTOS LINGUÍSTICOS DA ESCRITA DE SINAIS. IN: STUMPF, M. R; QUADROS, R. M. (ORGS.). ESTUDOS DA LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS IV. FLORIANÓPOLIS: INSULAR, 2018.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE. EMENTÁRIO. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS. PPC DO CURSO DE LETRAS-LIBRAS. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ. PPC E DISCIPLINAS OFERTADAS. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS. PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DO CURSO DE LETRAS – LIBRAS. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE. RESOLUÇÃO 08/2016, DE 16 DE AGOSTO DE 2016. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI. LETRAS-LIBRAS DISPONÍVEL EM: < HTTPS://WWW.UFCA.EDU.BR/CURSOS/GRADUACAO/LETRAS-LIBRAS/>. ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ. PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS. PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE LETRAS – LIBRAS, LICENCIATURA. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUÍZ DE FORA. PROJETO PEDAGOGICO DO CURSO DE GRADUAÇÃO LETRAS-LIBRAS (LICENCIATURA). DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO. PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS – LICENCIATURA EM LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ. RESOLUÇÃO 4.661, DE 28 DE ABRIL DE 2015. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. CURRÍCULO DO CURSO. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. CURRÍCULO DO CURSO DE GRADUAÇÃO/ LICENCIATURA EM LETRAS – LIBRAS. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ. PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE LICENCIATURA EM LETRAS-LIBRAS PRESENCIAL. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE. PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO. CURSO DE GRADUAÇÃO EM LICENCIATURA EM LETRAS – LIBRAS. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA. PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DO CURSO DE LETRAS – LIBRAS LICENCIATURA. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA. PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE LETRAS LIBRAS. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO. CURRÍCULO. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA. PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DO CURSO DE LETRAS LIBRAS. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA. CURRÍCULO DO CURSO. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO SERGIPE. COMPONENTES CURRICULARES. DISPONÍVEL EM: .ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS. MATRIZ CURRICULAR. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA. FICHA DE COMPONENTE CURRICULAR. DISPONÍVEL EM: . ACESSO EM: 03 DE OUT. DE 2020.

Downloads

Publicado

04-11-2021

Como Citar

Moraes, F. F. da S. (2021). Formação de professores de Libras: o ensino da escrita de sinais nas licenciaturas em Libras. Revista Sinalizar, 6. https://doi.org/10.5216/rs.v6.68358

Edição

Seção

Artigos