JUSTIÇA E SOCIABILIDADE VIOLENTA: O IMPACTO DOS MECANISMOS DE ADMINISTRAÇÃO DE CONFLITOS NAS RELAÇÕES INTER-PESSOAIS

Autores

  • Moema Dutra Freire

DOI:

https://doi.org/10.5216/rfd.v35i01.15591

Palavras-chave:

violência, justiça, conflitos, políticas públicas

Resumo

O artigo apresenta uma reflexão sobre o novo padrão de sociabilidade presente no contexto brasileiro, no qual a força é percebida como uma das formas principais de resolução de conflitos. Nesse contexto, é realizada uma análise do papel do Estado na administração de conflitos, destacando-se que os padrões de funcionamento dos mecanismos institucionais de administração da justiça podem ter importantes reflexos na adoção da força como forma de solução de controvérsias. Por fim, é examinado o papel das políticas públicas com estratégia de implementação centradas na parceria Estado-comunidade, principalmente aquelas com foco na resolução comunitária de conflitos, para a prevenção à violência e para a transformação dessa nova forma de sociabilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-09-07

Como Citar

FREIRE, M. D. JUSTIÇA E SOCIABILIDADE VIOLENTA: O IMPACTO DOS MECANISMOS DE ADMINISTRAÇÃO DE CONFLITOS NAS RELAÇÕES INTER-PESSOAIS. Revista da Faculdade de Direito da UFG, Goiânia, v. 35, n. 01, p. 201–215, 2011. DOI: 10.5216/rfd.v35i01.15591. Disponível em: https://revistas.ufg.br/revfd/article/view/15591. Acesso em: 25 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos Científicos