Manufactured products, meats and grains

alternatives to a bilateral agreement between Mercosur and China

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/reoeste.v7i2.74278

Palavras-chave:

Preferential Trade Agreement, GTAPinGAMS, PAEG

Resumo

This study aimed at identifying a possible bilateral agreement between Mercosur and China and its respective impacts on their economies. To this end, the General Equilibrium Analysis Project for the Brazilian Economy (PAEG) was used to conduct tariff reduction scenarios of 25%, 50% and 75% of Mercosur agribusiness products such as soybean, corn and meat, together with the Chinese manufacturing sector, with household disaggregation. A tariff reduction scenario of 75% in the Brazilian meat industry and in the Chinese manufacturing sector led to the best results for the Brazilian economy, since the agreement (oap/man) would result in the highest gross domestic product growth rate and would reach industries more positively. However, the agreement (osd/man) involving Brazilian soybeans and the Chinese manufacturing sector was the best scenario for the Chinese economy, once it presented the best indices for the latter.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cláudio Eurico Seibert, Universidade Federal de Rondonópolis

Professor at the Federal University of Rondonópolis (UFR) and Ph.D. Student at Federal University of Juiz de Fora (UFJF).

Adriano Marcos Rodrigues Figueiredo, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul

Professor at the Federal University of Mato Grosso do Sul (UFMS).

Mayra Batista Bitencourt Fagundes, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul

Professor at the Federal University of Mato Grosso do Sul (UFMS).

Leonardo Francisco Figueiredo Neto, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul

Professor at the Federal University of Mato Grosso do Sul (UFMS).

Referências

AEC - The Atlas of Economic Complexity, Center for International Development at Harvard University, 2017. Disponível em: <http://www.atlas.cid.harvard.edu>. Acesso em 25.09.2018.

BITENCOURT, Mayra Batista. Impactos dos acordos da rodada Uruguai, Mercosul, Alca e rodada do milênio na triticultura brasileira - aplicação do modelo GTAP. 2000. 125 f. Dissertação (Mestrado em Economia Rural) – Departamento de Economia Rural, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2000.

BRAGA, Marcelo José; REIS, Brício dos Santos; SANTOS, Maurinho Luiz dos. Modelos Aplicados de Equilíbrio Geral: Aspectos Teóricos e Aplicação. In: SANTOS, M. Luiz dos; VIEIRA, W. da Cruz (Org.). Métodos Quantitativos em Economia. Viçosa: UFV, 2004.

BANCO MUNDIAL. China. Disponível em: <http://data.worldbank.org/indicator/NY. GDP.MKTP.CD> Acesso em: 27/01/2015.

BRASIL MDIC. Balança Comercial Brasileira. Disponível em: <http://www.mdic.gov. br/sitio/interna/interna.php?area=5&menu=567> Acesso em: 03/02/2015.

BORGES, Antonio M. Applied General Equilibrium Models: An assessment of their usefulness for policy analysis. OECD Economic Studies, 1986. Disponível em: < https:// www1.oecd.org/eco/outlook/applied%20GE%20models.pdf> Acesso em: 22/12/2014.

FIGUEIREDO, Adriano Marcos Rodrigues; FERREIRA, Adriana Vieira and TEIXEIRA, Erly Cardoso. Impactos da integração econômica nas commodities da economia brasileira e da União Européia. Revista Brasileira Economia [online]. 2001, vol.55, n.1, pp.77-106. ISSN 0034-7140. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71402001000100004.

FOCHEZATTO, Adelar. Modelos de Equilíbrio Geral Aplicados na Análise de Políticas Fiscais: Uma revisão da Literatura. Revista Análise. Nº 1 Vol. 16. Porto Alegre: PUCRS, 2005 pg 113 - 136. Disponível em: <http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/ index.php/face/arti cle/viewFile/267/216>.

FREITAS, Lucas. Acordos Bilaterais de comércio entre as Economias dos BRICS: Uma Abordagem de Equilíbrio Geral. Texto para Discussão 1831. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Brasília: IPEA, 2003.

GURGEL, Ângelo Costa; BITENCOURT, Mayra Batista and TEIXEIRA, Erly Cardoso. Impactos dos acordos de liberalização comercial Alca e Mercoeuro sobre os países membros. Revista Brasileira de Economia [online]. 2002, vol.56, n.2, pp.335-369. ISSN 0034-7140. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71402002000200006.

GURGEL, Ângelo Costa; PEREIRA, Matheus Wemerson Gomes; TEIXEIRA, Erly Cardoso. A estrutura do PAEG. In: TEIXEIRA, Erly Cardoso; PEREIRA, Matheus Wemerson Gomes; GURGEL, Ângelo Costa (Org). A estrutura do PAEG. Campo Grande: Life Editora, 2013.

HERTEL, Thomas W. (Ed). Global Trade Analysis: modeling and applications. New York: Cambridge University Press, 1997.

MATTOS, Michelle. Padrões de Especializações no Comércio Brasil-China. 2008. 68 f. Monografia – Departamento de Ciências Econômicas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2008.

PEREIRA, Matheus Wemerson Gomes. Efeitos de Políticas Tributárias e de Liberalização Comercial sobre a Competitividade Setorial das Macrorregiões Brasileiras. 2011. 148 f. Tese (Doutorado em Economia Aplicada) – Departamento de Economia Rural, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.

PEREIRA, Matheus Wemerson Gomes; TEIXEIRA, Erly Cardoso. Elaboração da base de dados do PAEG. In: TEIXEIRA, Erly Cardoso; PEREIRA, Matheus Wemerson Gomes; GURGEL, Ângelo Costa (Org). A estrutura do PAEG. Campo Grande: Life Editora, 2013.

PEROBELLI, F.S.; BETARELLI JUNIOR, A.A.; VALE, V.A.; CUNHA, R.G. Impactos Econômicos do Aumento das Exportações Brasileiras de Produtos Agrícolas e Agroindustriais para Diferentes Destinos. Revista Brasileira de Economia e Sociologia Rural, RESR, Piracicaba-SP, Vol. 55, Nº 02, p. 343-366, Abr./Jun. 2017. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/resr/v55n2/1806-9479-resr-55-02-00343.pdf>. Acesso em 25.09.2017.

RORIG, Juliane Regina; FEISTEL, Paulo Ricardo. Comércio bilateral Brasil-China: Uma análise da competitividade. 2014. Disponível em: <http://www.apec.unesc.net/VIII_EEC /sessoes_tematicas/9%20%20Eco%20Rel.%20Internac/Com%C3%A9rcio_Bilateral_Brasil _China_1990_a_2012%20_1_.pdf > Acesso em: 11/12/2014.

SADOULET, Elizabeth; DE JANVRY, Alain. Quantitative development policy analysis. Baltimore: The Johns Hopkins University Press, 1995. Disponível em: . Acesso em: 28/11/2013.

SILVA, C.E.S.F.; FIGUEIREDO, A.M.R.; PEREIRA, M.W.G. Efeitos de um acordo bilateral entre Brasil e China na economia do Centro-Oeste: uma abordagem de equilíbrio geral computável. Anais do Encontro Nacional da Associação Brasileira de Estudos Regionais Urbanos, ENABER, Curitiba-PR, 21 a 23 de outubro de 2015. Curitiba: UFPR, 2015. Disponível em: <http://www.brsa.org.br/fotos/artigo1-2015-06-08-20-10-54.docx>, Acesso em 25.09.2017.

THE WORLD BANK. World Development Indicators. Washington, DC: The World Bank Group. Disponível em: <https://data.worldbank.org/data-catalog/world-development-indicators > , Acesso em 25.09.2017.

THORSTENSEN, Vera; FERRAZ, Lucas Pedreira do Couto (Coords). Negotiating preferential trade agreements for Brazil: a CGE modeling perspective. São Paulo: VT Assessoria Consultoria e Treinamento Ltda./EESP-FGV-SP, 2016. 402p.

VILLELA, Eduardo V.M. As relações comerciais entre Brasil e China e as possibilidades de crescimento e diversificação das exportações de produtos brasileiros ao mercado consumidor chinês. 2004. Disponível em: <http://www.pucsp.br/geap/artigos/art4.PDF> Acesso em: 11/12/2014.

WOLF, Rayan. Efeitos do programa bolsa família sobre o bem-estar econômico das famílias nas macrorregiões brasileiras: uma análise de equilíbrio geral computável. Dissertação (Mestrado em Administração). Campo Grande: UFMS, 2016.

Downloads

Publicado

2023-04-20

Como Citar

SEIBERT FERNANDES DA SILVA, C. E.; MARCOS RODRIGUES FIGUEIREDO, A.; BATISTA BITENCOURT FAGUNDES, M.; FRANCISCO FIGUEIREDO NETO, L. Manufactured products, meats and grains: alternatives to a bilateral agreement between Mercosur and China. Revista de Economia do Centro-Oeste, Goiânia, v. 7, n. 2, p. 2–20, 2023. DOI: 10.5216/reoeste.v7i2.74278. Disponível em: https://revistas.ufg.br/reoeste/article/view/74278. Acesso em: 17 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos