A evolução do setor sucroenergético no sudoeste goiano e a formação do polo de crescimento econômico

Autores

  • Claudia Regina Rosal Carvalho UFG/Docente
  • Ólivar Pedro Alves Moraes Papanikolopoulos UFG/Discente
  • Flávia Rezende Campos UFG/Docente

Palavras-chave:

Polos regionais, indústria sucroenergética, sudoeste goiano

Resumo

Este artigo tem por objetivo discutir a evolução do setor sucroenergético e as características socioeconômicas desse setor no sudoeste goiano, a partir da teoria dos polos de Perroux. Por meio de um levantamento bibliográfico e de uma análise qualitativa, foram avaliados os dados disponíveis no IMB, no IBGE e, também, no SEFAZ-GO. Foi constatado que as condições socioeconômicas dos municípios da região de planejamento do sudoeste goiano serviram como elementos de atração para indústria sucroenergética, cujo processo de estabelecimento e evolução da atividade acabaram gerando efeitos polarizadores, inferindo que este setor pode ser caracterizado como a indústria motriz desta região.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDRADE, M. C. Espaço, Polarização & Desenvolvimento: uma introdução à Economia Regional. 5ª Ed. São Paulo: Atlas, 1987. 120 p.

CARVALHO, C. R. R. Polarização e desenvolvimento regional: o caso de Aparecida de Goiânia – Goiás. Revista de Economia da UEG. Vol. 14, N.º 1, jan/jun. 2018.

CARVALHO, C. R. R; DOURADO; A. M. Setor sucroenergético em Goiás e incentivos ficais: uma análise da questão institucional e o Programa PRODUZIR. Universidade Federal de Goiás. Goiânia, 2019.

CLEMENTE, E. C. Desenvolvimento rural e organizações coletivas (associações e cooperativas rurais) da produção da agricultura familiar no Sudoeste de Goiás. In: Memórias (Anais) do XV Encontro de Geógrafos da América Latina. Havana, v. 1. 2015. p. 01-13.

DIAS, J. G. Efeitos econômicos da agroindústria canavieira no município de Jataí (GO). Dissertação (Mestrado em Geografia) Universidade Federal de Jataí, Jataí, 2020.

DINIZ, C. C. Lucas Lopes: o visionário do desenvolvimentismo. Revista do Arquivo Público Mineiro, a. 46, n. 2, jul.-dez. 2008.

FALEIRO, N. A.. Estudos sobre os efeitos socioeconômicos da industrialização na região Sudoeste de Goiás - 1980 a 2007. Goiânia: UFG, 2010. (Dissertação, apresentada ao Programa de Pós-graduação em Economia. Curso de Mestrado em Economia UFG).

FOCHEZATTO, Adelar. Desenvolvimento regional: recomendações para um novo paradigma produtivo. O ambiente regional. Três décadas de economia gaúcha. v.1. 2010.

FRANCO, Í. O. Modelagem espacial da expansão canavieira no sudoeste de Goiás. 2012. 125 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade Federal de Goiás, Jataí, Goiás, 2012.

FURTADO, C. Teoria e política do desenvolvimento econômico. São Paulo: Paz e Terra, 1967.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Projeções e

estimativas da população do Brasil e das Unidades da Federação. Disponível em:

<https://www.ibge.gov.br/apps/populacao/projecao/>, Acesso em 23 de novembro de 2020.

INSTITUTO MAURO BORGES. Estatísticas Municipais (Séries

Históricas). Disponível em

<http://www.seplan.go.gov.br/sepin/perfilweb/Estatistica_bde.asp> Acesso em 20 de setembro de 2020.

. Goiás em dados 2018. Disponível em:

<http://www.seplan.go.gov.br/sepin/pub/Godados/2012/01-tab03.htm>. Acesso em: em 10 de setembro de 2020.

JESUS, J. A.; SPINOLA, N. D. Seis décadas da teoria dos polos de crescimento: revisando Perroux. Revista de Desenvolvimento Econômico – RDE, Ano XVII, N.2, Salvador-BA, Dezembro/2015.

LAURIAS, N. C. Políticas Públicas De Incentivos Fiscais Em Goiás: Uma Análise A Partir Das Transformações No Mundo Do Trabalho. Boletim de Conjuntura Econômica e do Mercado de Trabalho do Estado de Goiás, n. 3, p. 41–56, 2013.

LIMA, D. A. L. L. Estrutura e Expansão da Agroindústria Canavieira no Sudoeste Goiano: Impactos no Uso do Solo e na Estrutura Fundiária a partir de 1990. 261p. 2010. Tese. (Doutorado em Desenvolvimento Econômico). Instituto de Economia, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2010.

MANZATTO, C. V et. al.. Zoneamento agroecológico da cana-de-açúcar. Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 2009. 55 p.

MARCHIORO, L. W.; GUBERT, D.; GUBERT, V. A Teoria dos Polos de Crescimento e Desenvolvimento de Perroux, e a Implantação na Zona Franca de Manaus na Região Norte do Brasil. Revista de Estudos Sociais, n.31, v.16, p. 186-202, Ano 2014.

MATOS, V. G. J. Gestão dos incentivos fiscais em Goiás – uma proposta alternativa a legislação do Programa Produzir. Goiânia, GO. 2017. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Goiás. Faculdade de Ciências e Tecnologia, Programa de Pós- Graduação.

MESQUITA, F. C.; CASTILLO, R. A. Técnica e política na agricultura globalizada: expansão do setor sucroenergético em Goiás. Geousp – Espaço e Tempo (Online), v. 23, n. 2, p. 285-306, ago. 2019. ISSN 2179-0892.

NETO, A. M.; CASTRO, C. N.; BRANDÃO, C. Organizadores. Desenvolvimento regional no Brasil: políticas, estratégias e perspectivas. Rio de Janeiro: Ipea, 475 p. 2017.

PASCHOAL, J. A. R. O papel das políticas públicas de incentivos e benefícios fiscais no processo de estruturação industrial de Goiás 2000-2008. Conjuntura Econômica Goiana, n. 12, 2009.

PEDROSO, Í. L. P. B.; SILVA, A. R. P. O papel das políticas públicas no desenvolvimento industrial de Rio Verde - GO. Caminhos de Geografia, v.6, n.15, p.20-27, jun. 2005. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/15384. Acesso em: dez. 2020

PERROUX, F. A Economia do Século XX. Lisboa: Herber, 1967.

PNUD. PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO. O que

é o IDHM. Disponível em: https://www.br.undp.org/content/brazil/pt/home/idh0/conceitos/o- que-e-o-idhm.html. Acesso em: dezembro de 2020.

POSTAL, A. C. M. Acesso a Cana-de-açúcar na Expansão Sucroenergética Brasileira do pós 2000: o caso de Goiás. Campinas, SP: [s/n], 2014. Dissertação (Mestrado) - Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Economia.

RIPPEL, Ricardo; LIMA, Jandir Ferrera de. Polos de crescimento econômico: notas sobre o caso do estado do Paraná. REDES, Santa Cruz do Sul, v. 14, n. 1, p. 136 - 149, jan./abr. 2009.

SAMPAIO, M. A. P. 360o: o périplo do açúcar em direção à Macrorregião Canavieira do Centro-Sul do Brasil. 2015. 881 f. Tese – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015.

SAUER, S., & PIETRAFESA, J. P. CANA DE AÇÚCAR, FINANCIAMENTO PÚBLICO E PRODUÇÃO DE ALIMENTOS NO CERRADO/SUGARCA, PUBLIC FINANCING AND FOOD PRODUCTION IN THE CERRADO. CAMPO-TERRITÓRIO, 2012.

SIFAEG. Estatuto SIFAEG. Disponível em: <http://www.sifaeg.com.br/>. Acesso em: 20 dez. de 2020.

SILVA, A. A.; MIZIARA, F. A expansão da fronteira agrícola em Goiás e a localização das usinas de cana-de-açúcar. Revista Sociedade & Natureza, março de 2010.

SILVA, M. R. Desvelando a cidade: segregação socioespacial em Jataí-GO. Tese. (Doutorado em Geografia). Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2009.

SILVA, W. F. PEIXINHO, D. M. A expansão do setor sucroenergético em Goiás: a contribuição das políticas públicas. CAMPO-TERRITÓRIO: revista de geografia agrária, v. 7, n. 13, p. 97-114, fev., 2012.

SILVA, W. F. Da agroindústria canavieira ao setor sucroenergético em Goiás: a questão técnico-gerencial e as estratégias de controle fundiário. Tese. (Doutorado em Geografia). Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2016.

SORGI, F. A. DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO REGIONAL: UM ESTUDO DO NORTE PIONEIRO DO PARANÁ – MICRORREGIÃO DE CORNÉLIO PROCÓPIO.

105 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ciências Econômicas, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2009.

SOUZA, N. J. Teoria dos polos, regiões inteligentes e sistemas regionais de inovação.

Análise. Porto Alegre v. 16, n. 1 p. 87-112 jan./jul. 2005.

TOLOSA, H. C. Polos de crescimento: Teoria e Política econômica. In: HADDAD, Paulo Roberto (Ed.). Planejamento regional: métodos e aplicação ao caso brasileiro. IPEA Série Monográfica. Rio de Janeiro, 1972.

UNICA. UNIÃO DA INDÚSTRIA DE CANA-DE-AÇÚCAR. Dados e cotações. Disponível em: http://www.unica.com.br/. Acesso em: 01 dezembro 2020.

Downloads

Publicado

2022-08-12

Como Citar

ROSAL CARVALHO, C. R.; PAPANIKOLOPOULOS , Ólivar P. A. M.; CAMPOS, F. R. A evolução do setor sucroenergético no sudoeste goiano e a formação do polo de crescimento econômico. Revista de Economia do Centro-Oeste, Goiânia, v. 7, n. 1, p. 38–68, 2022. Disponível em: https://revistas.ufg.br/reoeste/article/view/73716. Acesso em: 29 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos