Desemprego no Brasil: primeiro trimestre de 2018 e primeiro trimestre de 2019

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/reoeste.v6i1.62869

Palavras-chave:

Desemprego, Decomposição, Conjuntura Econômica

Resumo

Por meio deste estudo analisam-se as mudanças na composição do desemprego no Brasil no primeiro trimestre de 2018 e no primeiro trimestre de 2019. Apresenta-se a decomposição dos indicadores a partir da aplicação da metodologia proposta por Courseuil et. al (1997). Os principais resultados indicam que o perfil dos desempregados no Brasil se alterou ao longo dos anos. Verificou-se que a região Centro-Oeste, os indígenas, as mulheres, os indivíduos com especialização, mestrado e/ou doutorado e as pessoas acima de 61 anos foram os que mais contribuíram para o desemprego total do país. Constatou-se que os fatores relacionados a demanda por trabalho tiveram uma maior intensidade nestes resultados. Desta forma, esses fatores devem ser motivos de elaboração de políticas públicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Otávio Junio Faria Neves, Universidade Federal de Alfenas-MG

Mestrando em Economia pela Universidade Federal de Alfenas-MG e bolsista CAPES.

Ítalo do Nascimento Mendonça, Universidade Federal de Alfenas-MG

Mestrando em Economia pela Universidade Federal de Alfenas-MG e bolsista da FAPEMIG.

Carolina Rocha Batista, Universidade Federal de Alfenas-MG

Mestranda em Economia pela Universidade Federal de Alfenas-MG

Arnaldo Renê Diaz Bonilla, Universidade Federal de Alfenas-MG

Mestrando em Economia pela Universidade Federal de Alfenas-MG

Downloads

Publicado

2020-09-25

Como Citar

NEVES, O. J. F.; MENDONÇA, Ítalo do N.; BATISTA, C. R.; BONILLA, A. R. D. Desemprego no Brasil: primeiro trimestre de 2018 e primeiro trimestre de 2019. Revista de Economia do Centro-Oeste, Goiânia, v. 6, n. 1, p. 76–99, 2020. DOI: 10.5216/reoeste.v6i1.62869. Disponível em: https://revistas.ufg.br/reoeste/article/view/62869. Acesso em: 22 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos