As condições socioeconômicas e sua relação com o sucesso no vestibular: evidências a partir do processo seletivo da Universidade Federal de Goiás

Autores

  • Alex Felipe Rodrigues Lima Instituto Mauro Borges -SEGPLAN
  • Mario Ernesto Piscoya Díaz Universidade Federal de Goiás Instituto de Matemática e Estatística
  • Sergio Borges Fonseca Júnior Instituto Mauro Borges - SEGPLAN

DOI:

https://doi.org/10.5216/reoeste.v3i1.46675

Resumo

Este trabalho tem como objetivo identificar quais características socioeconômicas encontram-se associadas com a probabilidade de sucesso no vestibular na Universidade Federal de Goiás.As informações referem-se a os candidatos participantes do processo seletivo realizado no ano de 2013. A caracterização sociodemográfica desses candidatos foi realizada usando indicadores descritivos e pelo método de análise de componentes principais.A associação entre as características socioeconômicas e o sucesso no vestibular foi avaliada por modelos de regressão para dados de sobrevivência. Os resultados obtidos neste trabalho permitem estabelecer uma associação estatística, que mostra menor risco de sucesso no vestibular para candidatos casados e que possuem vínculo empregatício.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alex Felipe Rodrigues Lima, Instituto Mauro Borges -SEGPLAN

Estatístico. Mestre em Estatística pela UNB

Mario Ernesto Piscoya Díaz, Universidade Federal de Goiás Instituto de Matemática e Estatística

Doutor em Demografia pelo CEDEPLAR - UFMG

Sergio Borges Fonseca Júnior, Instituto Mauro Borges - SEGPLAN

Economista, Mestre em Economia pela Universidade Federal de Uberlandia.

Referências

AMUDA, B. G. , BULUS, A. K. , & JOSEPH, H. P..Marital Status and Age as Predictors of Academic Performance of Students of Colleges of Education in the Nort- Eastern Nigeria. American Journal of Educational Research, 2016, p.896-902

BUARQUE, C.R.C.,O futuro de um país temacara de sua escola no presente. Curitiba: Editora Intersaberes, 2012.

CASE, A., LUBOTSKY, D., & PAXSON, C..Economic status and health in childhood: The origins of the gradient. American Economic Review, 92, p. 1308-1334, 2002.

COLLET, D.. Modelling Survival Data in Medical Research.Estados Unidos: Chapman & Hall CRC, 2° Ed., 2003.

COURI, C.. Nível socioeconômico e cor/raça em pesquisas sobre efeito-escola.Estudos em avaliacao educacional, ed. 21, p. 449-472, 2010.

FILMER, D., & PRITCHETT, L.. Estimating wealth effects without expenditure data-or tears:An aplication to educational enrollments in states of India.Demography,v.38, p. 115-132, 2001.

FERREYRA M. G. Determinantes del Desempeño Universitario: Efectos Heterogéneos en un Modelo Censurado. Tesis de Maestria. Universida Nacional de La Plata,48f, 2007.

JOHNSON, R., & WICHERN, D.. Applied Multivariate Analysis.Estados Unidos: Pearson - Prentice Hall, 6° Ed., 2007.

KAWACHI, I., ADLER, N. E., & DOW, W. H. (2010). Money, schooling, and health: Mechanisms and causal evidence. ANNALS OF THE NEW YORK ACADEMY OF SCIENCES, p. 56-68.

MENEZES-FILHO, N.. Os Determinantes do Desempenho Escolar no Brasil.IBMEC. São Paulo: Instituto Futuro Brasil, 2006.

MILLER, R.. Survival Analysis.John Wiley & Sons, 1998.

PRESTON, S., & TAUBMAN, P.. Socioeconomic Differences in Adult Mortality and Health Status. In: L. MARTIN, & S. PRESTON, Demography of Aging, p. 279-318. Washington: National Academy Press, 1994.

PRESTON, S., HEUVELINE, P., & GUILLOT, M.. Demography: Measuring and Modeling Population Processes. Estados Unidos: Wiley-Blackwell, 1° Ed., 2000.

SAMPAIO, B., & GUIMARÃES, J..Diferenças de eficiência entre ensino público e privado no Brasil.Economia Aplicada, p. 45-68, 2009.

SOARES, J., & ALVES, M.. Desigualdades Raciais no Sistema Brasileiro de Educação Básica.Revista Educação e Pesquisa,p. 147-165, 2003.

SOARES, J., & COLLARES, A.. Recursos Familiares e o Desempenho Cognitivo dos Alunos do Ensino Básico Brasileiro.Revista dados de ciências sociais, p. 615-650, 2006.

UNIVERSIDADE FEDERFAL DE GOIÁS (UFG). Manual do Candidato, 2014.

VIANA, I., BATISTA, M., & OLIVEIRA, L.. Determinantes do desempenho dos estudantes no vestibular da Universidade Federal de Paraíba.Economia e Desenvolvimento, p. 286-320, 2008.

Downloads

Publicado

2017-10-12

Como Citar

LIMA, A. F. R.; PISCOYA DÍAZ, M. E.; FONSECA JÚNIOR, S. B. As condições socioeconômicas e sua relação com o sucesso no vestibular: evidências a partir do processo seletivo da Universidade Federal de Goiás. Revista de Economia do Centro-Oeste, Goiânia, v. 3, n. 1, p. 36–50, 2017. DOI: 10.5216/reoeste.v3i1.46675. Disponível em: https://revistas.ufg.br/reoeste/article/view/46675. Acesso em: 22 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos