SABERES INY DA ALDEIA DE BURIDINA.

Autores

  • Mariana Malurrereru Karajá Núcleo Takinahaky de Formação Superior Indígena-UFG.
  • Alzira Mauri Karajá Núcleo Takinhaky de Formação Superior Indígena - UFG.
  • Ijararu Gedeon Karajá Núcleo Takinahaky de Formação Superior Indígena - UFG.
  • Maria Elieta Mauri Karajá Núcleo Takinahaky de Formação Superior Indígena - UFG.
  • Valdirene Leão Gomes Karajá Núcleo Takinahaky de Formação Superior Indígena - UFG.
  • Viviane Ferreira Leão Karajá Núcleo Takinahaky de Formação Superior Indígena - UFG.

DOI:

https://doi.org/10.5216/racs.v1i1.43001

Resumo

São os avós e os pais que escolhem o noivo ou a noiva ainda criança.
Depois de casado o rapaz recebe os ensinamentos dos tios e dos avós
para caçar, pescar e fazer roça. Depois de casado o casal passa a morar
na casa da noiva. A família da noiva passa a ter responsabilidade
sobre o casal, até as famílias do casal construírem um rancho para o
casal morar. Depois de morar juntos o casal não depende mais das
famílias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-08-29

Como Citar

MALURRERERU KARAJÁ, M.; MAURI KARAJÁ, A.; GEDEON KARAJÁ, I.; MAURI KARAJÁ, M. E.; LEÃO GOMES KARAJÁ, V.; FERREIRA LEÃO KARAJÁ, V. SABERES INY DA ALDEIA DE BURIDINA. Articulando e Construindo Saberes, Goiânia, v. 1, n. 1, 2016. DOI: 10.5216/racs.v1i1.43001. Disponível em: https://revistas.ufg.br/racs/article/view/43001. Acesso em: 4 out. 2022.