A natureza como "espírito nascente":

Gabriel Marcel e a gênese do mundo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/phi.v26i2.69003

Resumo

Tendo, pois, como pano de fundo o horizonte de uma fenomenologia da natureza, o texto, a seguir, explora uma proposição emblemática enunciada por Gabriel Marcel: a ideia da “natureza como espírito nascente”. Para tanto, a fim de melhor compreender o sentido e alcance dessa tese, a exposição se divide em duas partes correlatas: a primeira, retrospectivamente negativa, reconstitui a crítica marceliana ao naturalismo e ao idealismo vistos como dois gestos concêntricos à medida que não atribuem qualquer estatuto ou significação à natureza. A segunda, mais positiva ou propositiva, restitui, numa direção heurística, a experiência matricial da natureza como espírito nascente, ou seja, confere pleno reconhecimento a uma acepção originariamente espiritual da natureza como fenômeno co-nascente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Claudinei Aparecido de Freitas da Silva, Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE), Toledo, Paraná, Brasil, cafsilva@uol.com.br

Professor dos cursos de Graduação e de Pós-Graduação (Stricto Sensu) em Filosofia da UNIOESTE – Campus Toledo com Estágio Pós-Doutoral pela Université Paris 1 – Panthéon-Sorbonne (2011/2012). Escreveu “A carnalidade da reflexão: ipseidade e alteridade em Merleau-Ponty” (São Leopoldo, RS, Nova Harmonia, 2009) e “A natureza primordial: Merleau-Ponty e o ‘logos do mundo estético’” (Cascavel, PR, Edunioeste, 2010; 2019). Organizou “Encarnação e transcendência: Gabriel Marcel, 40 anos depois” (Cascavel, PR, Edunioeste, 2013), “Merleau-Ponty em Florianópolis” (Porto Alegre, FI, 2015), “Kurt Goldstein: psiquiatria e fenomenologia” (Cascavel, PR, Edunioeste, 2015), Festschrift aos 20 anos do Simpósio de Filosofia Moderna e Contemporânea da UNIOESTE (Cascavel, PR, Edunioeste, 2016), Compêndio Gabriel Marcel (Cascavel, PR: Edunioeste, 2017), “A fenomenologia no oeste do Paraná: retrato de uma comunidade” (Toledo, PR, Vivens, 2018) e Fenomenologia e Hermenêutica (São Paulo: ANPOF/PHI, 2019), além de dossiês temáticos como número especial em diversos periódicos. Traduziu Fragmentos filosóficos (1909-1914) de Gabriel Marcel (Cascavel, PR, Edunioeste, 2018).

Downloads

Publicado

2022-04-25

Como Citar

SILVA, C. A. de F. da. A natureza como "espírito nascente": : Gabriel Marcel e a gênese do mundo . Philósophos - Revista de Filosofia, Goiânia, v. 26, n. 2, 2022. DOI: 10.5216/phi.v26i2.69003. Disponível em: https://revistas.ufg.br/philosophos/article/view/69003. Acesso em: 25 set. 2022.

Edição

Seção

Dossiê de Artigos Originais